quinta-feira, março 12, 2009

Muitas pessoas pelo Brasil sofrem de doenças sanguíneas. E para obter a cura, somente com um transplante de medula óssea. Mais de 60% dos pacientes não possuem doadores na família, o que faz com que sejam obrigados a procurarem em terceiros. Infelizmente, achar alguém 100% compatível num país miscigenado que nem o nosso é muito difícil, o que faz com que a probabilidade de achar alguém é de 1 em 100.000!

Então.. Alguém de vocês já pensou em se cadastrar para ser doador de medula óssea? É um procedimento super simples, além do que, quanto mais gente se cadastrar, mais chances as pessoas que sofrem de doenças sanguíneas terão de obter a cura.

Procedimentos Necessários:

1) Ter entre 18 - 55 anos e estar em bom estado de saúde;

2) Procurar um hemocentro ou hemonúcleo em sua cidade e cadastre-se. Clique aqui, e veja o endereço do hemocentro mais próximo de onde você mora;

3) O cadastro consiste no preenchimento de uma ficha de identificação e na coleta de um simples exame de sangue para o teste de compatibilidade (tipagem HLA);

4) Seus dados e sua tipagem HLA serão cadastrados no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME);

5) Quando aparecer um paciente com a medula compatível com a sua, você será chamado;

6) Novos testes sanguíneos serão necessários para a confirmação da compatibilidade;

7) Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para decidir a doação;

8) Seu atual estado de saúde será então avaliado.

É importante lembrar que ao se cadastrar, não será feita a doação da medula óssea propriamente dita. Será somente tirada uma pequena quantidade de sangue, e será feito o exame genético. Somente se é achado alguém compatível é que será feita a doação.

Para mais informações, acessem o site da Ameo - Associação da Medula Óssea.

Para nós, que estamos saudáveis, somente ocupará um pouco do nosso tempo. Para uma pessoa doente, pode ser a chance que ela espera para a cura.

Photobucket

6 comentários:

Fábio Carvalho disse...

... sou doador de sangue à algum tempo, mas nunca pensei na medula...

Vou estudar o caso...

Ótimo post... parabéns Denise ;-)

Lucia disse...

Você já fez? Eu acho que a miscigenação do Brasil contribuiu para o encontro de doadores, quer dizer, são mais tipos diferentes onde se procurar. enfim. Você tem 3 gatos? deve ser ótimo.

Dedo disse...

denise também é prestação de serviços a sociedade!

eu preciso criar coragem pra virar doador de sangue ainda... triste, mas vou mudar esse fato.

beijo.

Julis disse...

ótima iniciativa De

Gaby disse...

Oi Dê!
Nossa, isso é verdade, sou louca para completar os meus 18 anos para poder fazer uma doação, nem que seja de sangue, acho isso super importante e sei que dessa forma posso salvar varias vidas!
Lindo o seu blog!
Bjinhus

Josiane disse...

Oi Denise! Vixi, nem dava pra eu ter ido de qq maneira no museu... Tava quebrada total no fds q vc foi!! :( Parabens pela iniciativa de postar sobre o transplante de medula ossea! Quem sabe se consiga mais doadores!!! Bjosss