quarta-feira, setembro 27, 2006

Eu fico impressionada com a capacidade de certas pessoas não se tocarem que estão incomodando. Fico mais de cara ainda quando chamam a atenção, e a pessoa em questão ainda faz cara de cu.
Ontem, estava voltando pra casa, peguei o ônibus, e vi que tava empacado pra entrar. Quando me dei conta, uma imbecil descerebrada, falando no celular na frente da catraca, como se ela fosse a rainha do ônibus. E pior, ela não passava, e obviamente o povo ficava lá com cara de tanso, esperando a belíssima rainha do busão se tocar. Até que o motorista mandou a guria sair dali, e ela deu um espaço. Só que fez uma cara de cu cheio de hemorróidas. Até pensei em fazer uma piadinha com a pessoa em questão, mas fiquei com medo, vai que é uma psicopata.
Isso me lembrou meus tempos de Canadá. O povo de lá tem uma atração por portas, seja de metrô, ou seja de ônibus, que é impressionante. As vezes o cara ia saltar lá na puta que pariu, mas ficava na frente da porta paralisado. Uma vez, estava voltando pra casa, era de noite, busão vazio, e tinha um baita negão estilo jogador de basquete, com uma mochila enooorme nas costas. E adivinha onde o viajão parou? NA PORTA! hahahaha, cara, inacreditável. Q q esse povo tem na cabeça? merda? :P

Fui!


Photobucket - Video and Image Hosting Haddaway - Fly Away

quarta-feira, setembro 13, 2006

Mulher decepa pênis de marido para colocá-lo em conserva

Uma mulher alemã decepou o pênis de seu marido recém falecido para colocá-lo em conserva como lembrança do seu casamento. Uta Schneider, 65 anos, usou um cutelo para retirar o membro do marido, Heinrich, 68 anos, dentro do hospital de Stuttgart, de acordo com o The Sun.

Ela enrolou o membro em papel alumínio e o colocou dentro de uma marmita para levá-lo para casa. Quando estava de saída a mulher foi parada por uma enfermeira e presa. Uta, casada com Heinrich há 35 anos, é acusada de mutilação.

Depois de presa, Uta declarou que "era o melhor dote de Heinrich e me dava muito prazer. Eu queria colocá-lo em conserva para a eternidade, ele teria gostado. Nós o chamávamos de joystick. Eu queria lembrar de meu marido ao ver o seu membro."



Tudo bem que a gente morre e não vê tudo mas nossa... essa foi pra acabar.. Ele deve ter usado muito bem o instrumento hein.. hahahahahaha!
Poxa, achei sacanagem a mulher ser presa, poxa, podiam ter deixado ela ficar com a lembrança (por mais bizarra que fosse)..
Mas enfim, doideras são doideras. Isso foi realmente bizarro.


Photobucket - Video and Image Hosting Cyndi Lauper - Hole in my heart