quinta-feira, maio 10, 2012

Ainda existe honestidade!

Dia 07 de Maio, eu e o Vander fizemos um ano de namoro. Resolvemos comemorar com uma viagem no fim de semana que se antecedeu a data certa, e escohemos o Hotel Cabeça de Boi em Monte Verde - MG. Queríamos algo sossegado, bem pra curtir e relaxar mesmo, e posso dizer que escolhemos o local certo.

O Hotel é excelente! Os quartos são limpos, super confortáveis, e a área externa é fantástica. E o melhor ainda é que nas diárias, estava incluído pensão completa, ou seja, aquela comida mineira deliciosa feita no forno a lenha estaria disponível para gente no almoço e na janta. Fora o café da manhã e o chá da tarde.

Fizemos trilhas, passeamos a cavalo, curtimos a piscina aquecida. Mas infelizmente algo chato aconteceu: entraram no nosso quarto enquanto estávamos na piscina e roubaram a minha câmera, e o celular do Vander. E lá se foram as fotos que a gente tinha tirado - motivo pelo qual esse post não terá nenhuma...

Foi aquele corre-corre, liga pra gerência, faz BO (pelo menos as nossas carteiras ficaram lá, intactas, ufa!). Tudo isso ocorreu sábado a noite.  Mesmo assim, decidimos ficar no domingo e curtir a parte da manhã, mesmo porque já tínhamos pago a diária até às 14 horas do domingo, e também nem adiantava ficar se lamentando..

Segunda-Feira o Vander ligou no escritório do hotel aqui, mandou um email explicando a situação novamente. Mandou a nota fiscal do celular e a foto da caixa da câmera - que por ter sido trazida do Japão, não tinha nota fiscal - e ficamos no aguardo. Eis que ontem, ele recebe um email dizendo que os equipamentos já haviam sido comprados, e que era para a gente ir lá no escritório buscar.

Confesso que me surpreendi, pois isso é raríssimo. Geralmente os lugares enrolam, oferecem diárias gratuitas, ou simplesmente dão uma de João-sem-braço até a gente se equecer. Eles não. Foram honestos, comprovaram o furto, provavelmente com alguma filmagem da recepção, e sem questionar foram lá e compraram.

Posso dizer que recomendo o hotel! Tanto pelo atendimento e pelo ambiente ótimo, e também pela honestidade e eficiência em ressarcir a gente.  Afinal de contas, m*rda acontece em qualquer lugar. A diferença está na boa vontade em resolver o problema.

E isso também fica de lição para não vacilar. Assim é a vida, fazendo caquinhas e aprendendo!