sábado, outubro 30, 2010

A imbecilidade da área VIP em shows.

Hoje, ao ler a versão impressa do Estadão, confirmei algo de que eu desconfiava faz tempo. Área VIP em shows é coisa mesmo de brasileiro. Infelizmente não achei a reportagem no site, mas o que dizia era exatamente que nos festivais estrangeiros raramente tem essa coisa de pagar 700 mangos pra ficar de frente pro palco. O que existem são áreas reservadas para profissionais da mídia e acompanhantes dos artistas, mas sem nenhum privilégio. Se quiserem assistir ao show, tem que deixar a área VIP, e se meter no meio do povão.

Brasileiro adora um VIP. Em qualquer casa noturna sempre tem a área VIP, no Carnaval tem, se bobear até em baile funk deve ter. Bom, numa casa noturna até vai, afinal, são baladas que acontecem várias vezes por mês, ou até uma vez por ano como carnaval. Mas esse lance de cobrar o olho da cara pra ficar na frente do palco é de uma nojeira que só. Quase não temos grandes eventos internacionais, e quando tem, os endinheirados 'vira-latas' brasileiros, que não querem se misturar ficam lá na frente do palco numa boa, e os verdadeiros fãs das bandas, que geralmente não tem essa grana nas mãos, são obrigados a ficar esmagados lá atrás. Quer coisa mais imbecil do que isso? Criamos uma aberração em shows no Brasil: quem está na frente do palco, muitas das vezes nem é grande fã da banda/cantor em questão, e ficam lá fazendo cara de dã. Enquanto os verdadeiros fãs se ferram todos, e são obrigados a ficar lá atrás, sem ver o palco direito. Ridículo!

domingo, outubro 24, 2010

A gente somos Inútel




Inútil - Ultraje a Rigor

A gente não sabemos
Escolher presidente
A gente não sabemos
Tomar conta da gente
A gente não sabemos
Nem escovar os dente
Tem gringo pensando
Que nóis é indigente...

"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!

A gente faz carro
E não sabe guiar
A gente faz trilho
E não tem trem prá botar
A gente faz filho
E não consegue criar
A gente pede grana
E não consegue pagar...

"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!

A gente faz música
E não consegue gravar
A gente escreve livro
E não consegue publicar
A gente escreve peça
E não consegue encenar
A gente joga bola
E não consegue ganhar...

"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
A gente somos "inúteu"!
"Inúteu"!
"Inúteu"!
"Inúteu"!
Inú! inú! inú...

quarta-feira, outubro 20, 2010

Reflexões...

Temos dois casos recentes que estão na mídia, mas com ações completamente opostas.

Primeiro, o caso Bruno, que supostamente matou a namorada/amante/ficante, ou seja lá o que for Eliza Samúdio. Ninguém até hoje achou corpo. Ninguém até hoje provou com 100% de certeza que Eliza está morta, apesar dos fatos apontarem para isso. No entanto, todos estão presos. Já foram negados vários pedidos de habeas corpus. E assim o caso vai seguindo.

Por outro lado, temos o caso Mércia Nakashima. Nesse caso, ela infelizmente está morta. O corpo foi achado. Existem provas. Existem testemunhas. Os acusados vivem mudando suas versões a toda hora. E no entanto, continuam soltos. E pior, o principal acusado ri. Ri da desgraça da família, ri da cara da 'justiça', ri da cara de todo mundo, pois no fundo sabe que vai sair impune. Afinal de contas, ele é ex-policial e advogado. Com certeza tem cartas nas mangas.

O que me faz chegar a conclusão que: vc pode matar e se safar, desde que tenha influência necessária. Pimentta Neves que o diga.

terça-feira, outubro 19, 2010

Lambança do IBAMA

Ontem assisti à uma reportagem no noticiário da noite na BAND. Tratava de um papagaio achado ferido por um casal de idosos há 10 anos atrás, que foi cuidado por eles. O IBAMA havia concedido uma licença permitindo que eles criassem o animal. Aí, passaram-se 10 anos, e eles simplesmente resolveram que o casal não podia mais ficar com o papagaio, e que teria que devolvê-lo. Fiquei super revoltada com a situação, pois como é que o IBAMA, depois de 10 anos concedendo licença, simplesmente decide tirar o papagaio de estimação de um casal de idosos?

Pelo menos dessa vez a justiça foi coerente, e concedeu uma liminar favorável ao casal.

É óbvio que deve-se repudiar energicamente qualquer tráfico de animais silvestres. Concordo plenamente com isso. Agora, dar uma licença, deixar um papagaio conviver com uma família por 10 anos, sendo que o animal estava comprovadamente bem tratado, e de repente largam um 'devolve o bicho aí' como quem não quer nada? Não é desse jeito que se combate o tráfico de animais. Sinto muito!

segunda-feira, outubro 18, 2010

Um exemplo a ser seguido

No meio de tanta notícia ruim que nos faz perder a fé na humanidade, surge uma reportagem que nos faz repensar um pouco. Esse Professor de música do DF fez questão de ir nos lugares mais pobres para caçar talentos. E conseguiu montar uma orquestra. Resgatou adolescentes da violência e os deu um motivo pra sonhar. Parabéns Julio César. O mundo precisa de mais pessoas que nem você!

sexta-feira, outubro 15, 2010

Dia do Professor

Hoje é o dia do professor. Infelizmente tem-se pouco a comemorar, pela desvalorização desse profissional tão importante na formação do ser humano.
O que seria de praticamente todas as profissões se não fossem os professores? Tudo começa com eles.
Portanto, deixo aqui meus parabéns para todos os educadores desse país, e deixo também minha admiração, pois mesmo com tantas dificuldades, continuam aí firme e forte na missão de ensinar.
Ainda tenho remotas esperanças de que um dia essa profissão será muito mais valorizada no Brasil...

quinta-feira, outubro 14, 2010

E agora?

O Fritz, um dos meus gatos estava com uma inflamação em um dente, e o mesmo teve que ser extraído. Eu sei que o ideal seria que pudéssemos escovar os dentes deles, mas infelizmente isso é missão impossível, pois dos 3 gatos que tenho, ele é o mais mala. Escovar seus pelos é uma missão de risco, então imaginem os dentes.
Infelizmente, por essa impossibilidade, é a segunda vez que tenho que mandar pro veterinário pra fazer uma limpeza. Dessa vez um dente teve que ser extraído. E isso requer anestesia. Não suporto pensar que, uma vez por ano terei que meter anestesia no coitado. Apesar de ser uma cirurgia super simples, mesmo assim é uma cirurgia, e como qualquer outra, tem riscos.. Mas por outro lado, se não limpar os dentes, pode inflamar tudo, aí a emenda fica pior que a encomenda. E agora José? Arrisco-me a escovar seus dentes e sair com as mãos estraçalhadas?

Ano passado, ao voltar pra casa, ele ainda estava grogue da anestesia, ficou super agitado, mas logo logo o efeito passou, e ele dormiu normalmente. Só que dessa vez não sei o que tinha naquela anestesia, ele está miando que nem um maluco desde que chegou. E não é um miado comum, é um miado alto, estilo 'estou procurando namorada'. Na verdade ele nem deveria miar desse jeito, pois é castrado desde filhote. Ele já fez xixi e cocô normalmente. Comeu wiskas sachet com uma boca boa pra caramba, e ainda pediu mais. Não está mais cambaleando. Então por que raios continua miando que nem um maluco???? Pelo visto não vou dormir a noite, tô ferrada! Se continuar assim o jeito vai ser levá-lo ao veterinário amanhã pra dar uma olhada, pois não acho normal um gato voltar de uma cirurgia e ficar miando assim e se esfregando na gente sem parar. Mas que coisa esses filhinhos hein... Deixam a gente maluca.. ehehehehe



*Edit* Finalmente consegui falar com o veterinário. Ele explicou que foi preciso colocar outra substância no anestésico, pois o meu digníssimo gato maluco estava muito agitado. Conclusão: não tem o que fazer, a não ser esperar passar mesmo. Agora ele já melhorou, mas ainda mia um pouco. Amanhã de manhã o levarei na clínica. E vamos que vamos.. :P

sábado, outubro 09, 2010

A favor da vida?

E não é que a campanha política acabou tomando rumos digamos.... inesperados? De repente um furacão passou pelos candidatos, e agora só se fala de aborto.
Não vou entrar no mérito do aborto em si, pois é um assunto pra lá de espinhoso. Mas o que eu fiquei prestando atenção é que tanto Dilma quanto Serra viraram paz e amor. De repente as campanhas se viram inundadas de frases a favor da vida. Em negar veementemente qualquer tentativa de legalização do aborto. A vida é algo lindo, a vida é maravilhosa bla bla bla...

Esse papo seria lindo se nosso sistema público de saúde não fosse a bosta que é. Ser a favor da vida na minha opinião vai muito além de não interromper uma gravidez. Ser a favor da vida é oferecer dignidade às gestantes, com direito a pré-natal, tratamentos em caso de gravidez de risco, e depois da criança nascer, fazer valer o que está na Constituição. Ser a favor da vida é ter um sistema público de saúde que respeita o cidadão, e que garante atendimento digno. Mas sabemos que não é o que acontece. É um absurdo saber que, em pleno século 21, mulheres perderem seus filhos no parto é muito mais comum do que se imagina por esse Brasilzão afora. Isso sem contar os milhares de brasileiros que morrem na fila de hospital, jogados igual lixo. Os que não morrem ficam anos atrás de tratamento sem sucesso. Devo lembrar também o problema de muitos transplantados que correm riscos de perder os órgãos que receberam por falta de medicamento fornecido pelo SUS. Hoje mesmo na seção de cartas do Estadão tinha uma pessoa reclamando exatamente sobre isso. O remédio para evitar rejeição do rim dela estava em falta.

Então, com essa porcaria de atendimento, vem Dilma e Serra todos lindões na TV falando tanto em ser a favor da vida? Ah, faça-me o favor! Sejam a favor da vida sim: façam algo para estancar a roubalheira que tomou conta desse país, e deixe o SUS funcionar. Isso é ser coerente. Mas imagina, eu querendo coerência de políticos? Que ingenuidade a minha....

sexta-feira, outubro 08, 2010

Bon Jovi!



Quando assisti ao show do Bon Jovi no Hollywood Rock em 1990 pela TV, nunca imaginei que um dia iria ter a oportunidade de vê-los ao vivo. Ficava com muita raiva por morar em Blumenau e perder todos aqueles shows que eram feitos em terras longínquas. Cheguei a gravar em fita VHS, mas infelizmente a mesma mofou e eu fiquei vendo navios. Morar em uma cidade com umidade relativa do ar beirando ao 100% tem suas desvantagens, mas enfim... Depois de tanto tempo, tive a oportunidade de vê-los ao vivo na última Quarta-Feira.

Como na maioria dos shows internacionais, imaginei que teríamos mais ou menos uma hora e meia de show. Mas tivemos muito mais do que isso. Foram praticamente 3 horas de muita empolgação, ao som da maioria dos grandes sucessos deles. Confesso que me surpreendi, pois é difícil uma banda tocar por tanto tempo assim, ainda mais no Brasil. E ao contrário do povo morto que frequenta o Credicard Hall, a galera no Morumbi cantava em plenos pulmões. Pulava, dançava, gritava. Mesmo nas arquibancadas todo mundo estava de pé curtindo numa boa. Só sei que saí do Morumbi sem pés e sem garganta.

Aliás, tivemos sorte de chegarmos na hora. Muita gente chegou bem depois do começo do show, simplesmente porque o trânsito praquele lugar é uma zona, e de quebra o transporte público é praticamente inexistente. Infelizmente o Morumbi é um lugar que nos obriga a ir de carro, aí a cagada está feita. Mas por outro lado, pelo menos não precisei assistir ao Fresno. Não sou muito fã deles, então, até que não foi tão ruim assim chegar lá faltando uma hora pra começar o show do Bon Jovi. [hehehehehe]. Só sei de uma coisa: esse entrou pro hall dos melhores que já fui com certeza

Agora vem aquela velha sensação de depressão pós-show... O jeito é botar as músicas pra tocar em casa e matar saudades. \o/

segunda-feira, outubro 04, 2010

Vergonha!

Foi esse sentimento que tive ontem ao ver que Tiririca foi eleito com mais de um milhão de votos. Todos aqui sabem que eu amo São Paulo, não somente a cidade como o Estado também, tanto que escolhi morar aqui. Mas dessa vez senti vergonha. Vergonha desse povo que vota 'por votar'. Vergonha de saber que um cara totalmente despreparado vai 'representar' o povo paulista no Congresso. Tudo porque os imbecis votaram pra protestar. Ora, voto de protesto pra mim é nulo ou branco. Votar em Tiririca é atestado de burrice. Mas pra que se preocupar com isso se a Copa do Mundo vem pra cá né?
Infelizmente temos que comer muito feijão com arroz pra sermos um país sério. O povo brasileiro ainda não se tocou do poder que tem nas mãos. Vota no que tá ganhando, em vez de votar no candidato que realmente quer. Vota em qualquer lixo que se candidata pra protestar. Vende seu voto por uma cesta básica, dentadura, ou seja lá o que for. Por isso que sou contra voto obrigatório. Aí falam 'ahh, mas se não for obrigatório ninguém vota'. Vota sim. Vota quem tem consciência. Meu avô tem 84 anos e faz questão de votar, mesmo sendo facultativo, e assim várias pessoas também pensam.

Mas apesar da vergonha master de ter Tiririca eleito, pelo menos tive uma alegria. O babaca do Netinho se ferrou e não vai ao Senado. UFA! Pelo menos uma alegria no meio de tantas aberrações. Volta pro pagode vai, nem deveria ter saído de lá!

Agora falando sobre o Título de Eleitor. A gente precisa de título pra tirar passaporte, pra fazer concurso público. E não precisa dele pra votar. Realmente, o Brasil é um país muito peculiar....

sábado, outubro 02, 2010

Finalmente!

Minha televisão está funcionando! Ô que coisa boa! Tomei vergonha na cara e comprei o conversor digital. Morri com quase 300 paus, mas valeu a pena. Além de pequenininho, ele é uma gracinha. Aproveitei e comprei o fio pra puxar a antena coletiva do condomínio, e de quebra achei um DVD player daqueles bem vagabundos, xing ling, usados e que.. Funciona melhor do que o Phillips que eu tenho na sala! Aliás, aquele DVD player da sala é uma propaganda enganosa. O slogan dela diz 'toca tudo', mas na verdade não toca nada.
Estou que nem criança pequena quando ganha brinquedinho novo assistindo todos os cds de vídeo-clipes que gravei há alguns anos. E nem é DVD, é CDzão mesmo! Lê tudo! Quase chorei de emoção quando vi o primeiro clipe tocando! Até o DVD da triologia do filme De volta para o futuro que meu amigo trouxe do Canadá leu. No outro não lia pois era configurado pra ler só a área 4, ou All. E como um treco desses diz que funciona com qualquer tipo de cd? Tsc tsc. Agora vou tirar a poeira dos meus cds e dvds. Amanhã terei um longo dia pra curtí-los.

Quanto ao conversor digital, foi uma ótima compra. E fiquei surpresa com a quantidade de canais abertos que tem em São Paulo. Sou do tempo em que existiam somente 5 canais abertos: Globo, SBT, Record, Band [Rede Barriga Verde em SC], e Manchete. Alguém aqui é do tempo da Rede Manchete? Aliás, sintonizou uns canais que nunca vi na minha vida. Divertidíssimo.

O mais engraçado é que meu quarto tá parecendo favela cheia de gatos com tanto fio espalhado. Quando mandei fazer meu móvel planejado, nem pensei em ter TV no quarto, consequentemente não tem passa-fio. O jeito foi improvisar de qualquer maneira. Uma hora eu ajeito isso. O importante é que agora minha TVzinha está funcionando. E que posso assistir aos meus trilhões de vídeo-clipes tranquilamente no conforto do meu quarto. Amo muito tudo isso! \o/

sexta-feira, outubro 01, 2010

Quando a gente pensa que já viu de tudo...

... aparecem coisas mais bizarras se esfregando na cara da gente. O caso do menino baleado dentro de uma escola particular me deixou de queixo no chão. E muitas perguntas ficaram no ar. Acredito que não só eu me perguntei isso, como a família do garoto, e muitas pessoas que assistiram à reportagem sobre esse caso no mínimo escabroso.

1) Como alguém entra armado em uma escola particular, cara, cheia de seguranças ao redor?
2) Como uma criança é baleada dentro da sala de aula e ninguém vê nada?
3) Como é que pode uma arma simplesmente desaparecer? Ninguém viu o suposto atirador sair correndo, fugir? Geralmente essas escolas caras são cercadas de seguranças!
4) Por que não foi chamado imediatamente o resgate e a polícia ao se deparar com a criança baleada?
5) Por que ao colocar o garoto no carro para levar ao hospital não foi perguntado quem foi o autor do disparo?
6) E o mais grave na minha opinião: com que intuito foi feita a limpeza do local do crime antes da perícia chegar?

Longe de mim querer acusar sem provas. Não sou advogada nem promotora e muito menos estava lá na hora, mas pra mim essa história está muito mal contada. Tem alguma coisa aí que estão escondendo, seja pelo interesse da escola de se preservar [até entendo esse lado], ou seja pra poupar o suposto atirador. Sinceramente, espero que os interesses financeiros da escola não se sobreponham ao direito da família de pelo menos saber o que aconteceu. Nenhuma mãe nem pai merece passar por isso e ver o caso ser esquecido com o tempo.