terça-feira, junho 30, 2009

Bizarro!

Sempre temos a imagem do Rottweiler como um cachorro feroz, que ataca tudo que vê pela frente e bla bla bla. Alguém aqui imagina o que aconteceria se um gato aparecesse na frente de um exemplar da raça? Não sobraria nada do pobre bichano né?
Aí é que vocês se enganam. Existe Rottweiler que morre de medo de gato. Duvidam? Então vejam esse vídeo:



Inacreditável!!!!
Vi esse vídeo nesse blog, e tive que postar aqui.. É no mínimo curioso ver como o pobre cão se borra de medo do gato.

sexta-feira, junho 26, 2009

Morre, aos 50 anos, um dos maiores astros da pop music mundial.



Quem nasceu na metade da década de 90, não chegou a pegar a grande fase de Michael Jackson, mas quem nasceu na década de 70 como eu, e que passou a infância e adolescência nos anos 80 e começo dos anos 90 sabe bem o que Michael Jackson significou para o mundo pop. Independente de gostar ou não das músicas dele, temos que reconhecer, o cara era bom. Extremamente criativo, inovou os vídeo-clipes, inovou na sua maneira de dançar, nas suas músicas, e até mesmo no seu estilo esquisito.
Infelizmente, toda a sua fama e dinheiro não foi suficiente para fazer com que ele superasse sua infância conturbada. Não é segredo pra ninguém que Michael era uma pessoa extremamente infeliz, em eterno conflito com ele mesmo e solitário. E é triste ver que alguém que teve uma carreira brilhante, acabou exatamente desse jeito: infeliz e sozinho. Realmente, a fama não é pra qualquer um, são poucos que sabem lidar com ela, e Michael não soube.

Ele se foi, mas sua obra fica. Suas músicas, que marcaram algumas gerações, estarão sempre por aí. Que ele finalmente consiga a paz que sempre procurou, e em vida nunca conseguiu.

quinta-feira, junho 25, 2009

Uma historinha

Certa vez quatro meninos foram ao campo e, por 100 reais, compraram o burro de um velho camponês. O homem combinou entregar-lhes o animal no dia seguinte. Mas quando eles voltaram para levar o burro, o camponês lhes disse: - Sinto muito, amigos, mas tenho uma má notícia. O burro morreu.
- Então devolva-nos o dinheiro!
- Não posso, já gastei todo. - Então, de qualquer forma, queremos o burro.
- E para que o querem? O que vão fazer com ele?
- Nós vamos rifá-lo.
- Estão loucos? Como vão rifar um burro morto?
- Obviamente, não vamos dizer a ninguém que ele está morto. Um mês depois, o camponês se encontrou novamente com os quatro garotos e lhes perguntou: - E então, o que aconteceu com o burro? - Como lhe dissemos, o rifamos. Vendemos 500 números a 2 reais cada um e arrecadamos 1.000 reais.
- E ninguém se queixou?
- Só o ganhador. Porém lhe devolvemos os 2 reais e ficou tudo resolvido.
Os quatro meninos cresceram e dois deles fundaram um banco,outro uma igreja e o último tornou-se Ministro.

(autor desconhecido)

segunda-feira, junho 22, 2009

Um domingão divertidíssimo!

Ontem a noite, ao logar o Orkut, me deparei com a minha sorte do dia, que dizia o seguinte: Hoje pode ser um dia excelente e maravilhoso - só depende de você.
E olha que meu dia foi ótimo mesmo! Havia combinado com a galera de irmos até Joanópolis passar o dia. Eu adoro conhecer cidadezinhas por aí, e como domingão é um dia boiante mesmo, resolvemos ir. A idéia surgiu com essa reportagem que passou no SPTV há um tempo atrás. A chamada dizia ''conheça a cidade dos lobisomens''. Achei engraçado, e resolvi dar a idéia pro povo.

E lá fomos nós. E pra começar, é óvbio que passamos reto da entrada pra Rodovia Fernão Dias, e quase fomos parar no Rio de Janeiro. Tá, não vamos exagerar, mas passamos reto por um bom tempo até a gente se tocar que alguma coisa tava errada. Paramos num posto, perguntamos onde era a entrada certa.. Lá vai a gente fazer o retorno. Finalmente achamos! E fomos reto. Reto... reto.. reto.. Estávamos quase chegando em Minas Gerais, quando de repente... Achamos a entradinha da tal estrada Entre Serras e Águas!

Finalmente chegamos! Morrendo de fome, pois já era praticamente duas da tarde, e estacionamos praticamente em frente de um restaurante italiano. Foi lá mesmo que entramos. Tudo bem rústico, mas a comida toda artezanal. A massa era feita por eles mesmos, e o molho também. Demorou a vir a comida, mas nossa, valeu a pena esperar. Que comida deliciosa! Nham!

Hoje comprei dois copos iguais a esse aí da foto. Achei eles uma graça :P

Depois do almoço, fomos passear. Tinha bandinha tocando na rua, zilhões de barraquinhas de doces (com direito a abelhas nos doces), feirinha de buginganga.. E lojinha de artezanato. Até tiramos uma foto com o lobisomem na entrada da loja:



E olha só, tem até pinga do lobisomem:



Comédia pura! Comprei uns imãs de geladeira (adooooro), e mais umas bugigangas.
Passeamos bastante, tiramos muitas fotos e nos divertimos. Agora é planejar pra próxima cidadezinha por aí pra gente passear. Ainda não tenho lugar definido, mas do jeito que somos doidos, é capaz de irmos dar umas voltas pela divisa de São Paulo com Minas Gerais. E vamos que vamos!

Mais uns selinhos ;)

Ganhei mais dois selos.

Esse aqui, ganhei da Srta Lua, olhem que chique:



SUUUPER chique!


E o outro, ganhei da Lucineia, do blog CI Informando, e fiquei super feliz, pois comecei a acompanhar seu blog há pouquíssimo tempo :)




Ah sim, o blog dela vale a pena seguir, tem muita coisa interessante.. Fica a dica.

Por falar em selos, preciso fazer uma página pra botar todos eles e linkar aqui..


Hoje a noite tem um post estilo diário. Estou maquinando ele no cérebro!
;)

sábado, junho 20, 2009

Será que todos os comerciais são enganosos?

Comerciais são interessantes. Alguns são super criativos, outros nem tanto, outros ainda são tão toscos que valem como diversão. Mas, independentemente do que seja, acredito que a maioria, pra não dizer todos, são enganosos. Outro dia estava assistindo nem lembro que programa, quando passou uma propaganda da Sulamérica auto. Na propaganda, uma mulher falava das vantagens em ser cliente de tal seguro, e uma delas me chamou atenção. O carro reserva. Sim, de acordo com o comercial, é super simples! Mas na vida real nananinaná, é super complicado. Minha mãe é cliente deste seguro há anos, e nunca havia precisado do tal carro reserva. Eis que, quando precisou... A buRRocracia foi tão grande, a aporrinhação foi tão enorme, que ela simplesmente mandou o carro pro conserto, e ficou a pé mesmo. Ridículo.
E o que dizer da Caixa Econômica Federal? Os comerciais são tão lindos, tão cheios de graça, tão fofos! Ahhh, mas vai depender desse banco pra ver o que é bom pra tosse. Semana passada, minha mãe fez um TED da conta poupança do referido banco, para a conta poupança do UNIBANCO. Ah, pois é. Até ontem, o dinheiro não tinha caído na conta. Ano passado, o corretor que cuidava do aluguel do nosso apartamento em Blumenau, fez um DOC eletrônico dia 03 de dezembro da Caixa, para minha conta no Bradesco. Sabem quando caiu na minha conta? UM MÊS depois. Sim, vocês não estão lendo errado, o DOC levou exatamente UM MÊS. Eu quase me ferrei, pois estava contando com o dinheiro para passar a virada do ano no Rio. Vem pra Caixa você também... Seria melhor mudar o slogan pra: Foge da Caixa você também.
E o que falar da bendita Telefônica, e seu slogan ''desfrute o progresso'', que na minha opinião deveria mudar para ''desfrute o regresso''. Aliás, essa empresa está tão podre, que todo dia é pau pra todo lado. É telefone ficando mudo, é speedy toda hora caindo, é gente sendo enganada. Mas a propaganda para desfrutar o progresso continua firme e forte na televisão. ''Seja Cliente Telefônica - fale e navegue o quanto vc quiser''. Que mentira. Que falta de vergonha na cara. MAs pelo menos, a ANATEL resolveu tomar uma atitude quanto a isso. Proibiu a Telefônica de continuar vendendo Speedy a torto e a direito. Sinceramente eu até estranhei, pois a ANATEL e nada é a mesma coisa. Acho que resolveram trabalhar um pouco. UFA! Vamos ver se isso dá certo, afinal, o Brasil é o país do jeitinho. E das propagandas enganosas.

quarta-feira, junho 17, 2009

E o nosso país dá mais um passo para trás. Ao derrubar a exigência de diploma para o exercício da profissão de jornalista, abrem-se as portas para um bando de pseudo-intelectuais que se julgam os poderosos começarem a pensar que são jornalistas. E as desculpas para essa aberração então? A Constituição garante a liberdade de expressão, mas isso não quer dizer que qualquer zé mané pode sair por aí se declarando um profissional de jornalismo. E claro que a Associação Nacional dos Jornais comemorou. Agora eles poderão contratar gente sem qualificação, e pagar uma merreca, já que alguém com graduação teoricamente ganha mais. E todo mundo sai perdendo. É mais uma concorrência desleal que esses profissionais enfrentam. Essa frase em particular chamou atenção: “A formação específica em cursos de jornalismo não é meio idôneo para evitar eventuais riscos à coletividade ou danos a terceiros.” Agora se formos pensar por esse lado, então nenhuma profissão deveria ter diploma, pois é óbvio que somente a formação acadêmica não garante 100% nada. Mas já é um filtro, e bem grande. Se for assim, que acabe com os diplomas em todas as profissões, e pronto.
Infelizmente o Brasil não é conhecido por dar valor aos estudos. Agora, com essa decisão, isso fica bem mais evidente.
Um horror!

quinta-feira, junho 11, 2009

Lembranças e mais um selo.

Vasculhando no youtube, me deparei com esse vídeo:



Um doido filmou ele usando o Windows 3.1! Eu não acreditei nisso, havia colocado ''Windows 3.1'' na busca, e apareceram vários vídeos desses. Depois de ''matar saudades'' dos meus primórdios virtuais, fui clicando nos vídeos relacionados, e tchananann!!!



Todos os sons de inicialização do Windows! Gente, eu nem lembrava mais da musiquinha do 3.1, e caí na gargalhada ao lembrar o quão tosco era!

E esses vídeos fizeram sucesso entre meus amigos pré-históricos. Estava até convesando sobre como tudo era mais difícil naquela época, e quem começa a usar Internet e computadores hoje em dia não tem noção nenhuma dos pepinos que apareciam. Era tela azul, erro fatal, operação ilegal, windows que pifava do nada, programa que desinstalava do nada, mouse de rodinha (claro que a rodinha vivia pifando), travamentos, conexão discada lerdíssima caindo toda hora, impressoras CRI CRI CRIIIIIIII.
Posso fazer essa comparação até quando o assunto são blogs. Hoje em dia os sites são bem melhores, super fáceis de manusear. Quando eu comecei a blogar, era tudo separado, os comentários tinham que ser colocados certinhos no template, fotos então, era um tal de correr atrás de site para hospedar. Uma loucura total!

Aliás, ainda no clima de relembrar o maravilhoso Windows 3.1, achei o CD ''As 7 Melhores da Jovem Pan Vol. 4'', que comprei em 96. Esse CD veio com algo muito emocionante pra época, uma faixa em CD ROM! E tchananan!! Olhem a configuração mínima pra funcionar:



S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!

Lembro como se fosse hoje, chegando toda feliz com o CD em casa, e colocando no nosso poderosíssimo 486 pra tocar...

---------------------------------------------------------

Agora, mais um selinho que ganhei da Srta Lua



Citarei 5 coisas que mais amo

1) Sair com a galera para passeios boiantes
2) Agarrar meus filhinhos felinos
3) Sair pra dançar
4) Música
5) Escrever no meu blog (apesar de as vezes deixar ele com teias de aranha :P)

E indicarei os blogs:

Josi, Julis, Zandali e Mauro

Bom, é isso aí. Olha que o post ficou enorme de novo! Pra compensar o tempo que fiquei sem postar... hehehehe

sexta-feira, junho 05, 2009

Uma das coisas que eu mais fico de cara é a capacidade do brasileiro menosprezar a si mesmo. Lendo comentários por aí, vejo muita gente metendo o pau na mídia brasileira, e bla bla bla. Em partes concordo: a mídia brasileira é sensacionalista? SIM, e muito. Vide programas escrotos que pipocam por aí, e revistas de fofocas. Existe sensacionalismo em cima do acidente da Air France? Com certeza. Infelizmente os carniceiros de plantão (leia-se ''jornalistas'') adoram tragédias. E claro, o povo também adora, tanto que consome. Se as pessoas somente criticassem, blz. O problema começa quando essas mesmas pessoas começam a lamber ovo de estrangeiro, como se a mídia deles fosse linda e maravilhosa, e só a brasileira é podre. Alow! Sinto decepcionar essa gente, mas a mídia lá fora é tão sensacionalista quanto a brasileira. Os tablóides britânicos são horrendos. Quando estive na Inglaterra, ainda estavam fazendo carnava lem cima do tal sumiço mal explicado da garotinha Maddie. A mídia dos Estados Unidos é outra coisa horrível. Lá existem programas de TV que são tão podres, que deixa o programa do Ratinho no chinelo. E passa 3 e pouca da tarde! E garanto que em outros países também existem podreiras midiáticas para divertir os carniceiros de plantão.
Eu sei que o Brasil tem trilhões de defeitos, e não os nego. Mas se for criticar o Brasil, que seja por um motivo óbvio, como segurança, corrupção, etc. Agora, ficar achando que a mídia do exterior é imaculada e a brasileira é um demônio, não faz nenhum sentido!
--------------------------------------------

Mudando de assunto! Mais um selo que eu ganhei, desta vez do Fábio



Regras:

1 - Linkar o blog que ofereceu o selo;

2 - Responder a pergunta: O que eu faço para manter o estilo do blog, sempre autêntico, sempre novo e único?

3 - Indicar o selo para quantos blogs desejar.

Bom.. Já está linkado lá em cima, então, respondendo a pergunta:

Eu simplesmente escrevo o que penso. E tento atualizar sempre que possível, pois blog cheio de moscas não atrai leitores :D

Indico o selinho para as seguintes pessoas:

Josi, Gaby, Cida e Zandali

------------------------------------------

Bom fim de semana!

terça-feira, junho 02, 2009

E a semana começou... bem mal.

Acredito que todo mundo está sabendo do avião da Air France que caiu. O pior de tudo isso é que, pelo fato de ele ter caído no mar, as chances de acharem os corpos são pouquíssimas, o que agrava o sofrimento das famílias.

Mas o que eu quero falar nem é sobre isso, afinal, os noticiários estão toda hora atualizando informações. O que eu acho tragicômico, é essa mania de, sempre quando acontece uma tragédia dessa, aparecem videntes sabe lá Deus de onde dizendo que sabiam que isso iria acontecer e bla bla bla. E pra piorar, aparece um bando de baba-ovos lambendo o fiofó dessas pessoas totalmente sem escrúpulos.

Lembro quando aconteceu o acidente aéreo com os Mamonas Assassinas. Foi tanto sensacionalismo em cima da morte dos caras que fiquei enojada. Agora, com essa tragédia com o vôo da Air France, já estão aparecendo várias ''Mães Dinás'' com a mesma ladainha. A Sônia Abraão é outra que deve estar feliz da vida, afinal, vai ter assunto pro programa fútil dela por pelo menos uns 6 meses.

Assistindo à tudo isso, me vem na cabeça a ignorância de muitas pessoas. Tenho amigas que são Psicólogas clínicas, e vivem pastando com os calotes que levam dos pacientes. Isso quando não abandonam o tratamento no meio, alegando ser caro demais. Pagar uma consulta no médico? Nem pensar! Pra que gastar dinheiro com um profissional que estudou, e está preparado? Agora, se uma vidente picareta pede 500 reais pra garantir qualquer coisa, a pessoa é capaz até de se prostituir pra conseguir o dinheiro e pagar. E o que falar dessas pseudo-igrejas, lideradas por estelionatários e picaretas? Se deixar, o cara é capaz até de dar o fiofó pra conseguir um lugarzinho no céu. Cansei de ver histórias de gente que pagou mil, dois mil, ou até mais para pastores, videntes, curandeiros, e claro, se ferraram com força. E sinceramente? Não tenho dó não. Mesmo porque, se fosse pra pagar um profissional competente, mesmo com a consulta bem mais barata, essa gente não pagaria. Preferem dar tudo que tem pra pessoas duvidosas.

Sinto muita pena das famílias, que além de provavelmente não poder enterrar seus mortos, ainda têm que se deparar com esse tipo de gente dizendo que ''previu tudo''. Santa ignorância!