quinta-feira, maio 06, 2004

Hoje foi um dia super agradável.. Fui passar o dia em São Bento do Sul (pra quem não conhece, é uma cidade aqui perto), com mais 4 amigas. Fui ver minha amiga de lá que ganhou neném antes de ontem. Fomos a viagem inteira rindo e falando um monte de besteiras.. Mó comédia. Chegamos lá, almoçamos e fomos na casa dela. Detalhe, nem ela, nem o marido sabiam que a gente ia, fizemos uma surpresa. Foi muito engraçado quando ligamos e dissemos que estávamos chegando na casa deles! O neném é uma gracinha, uma menininha, que se chama Júlia. Tiramos várias fotos, e ela nem se incomodou, só dormia. Ah, como é bom ser neném né.. sem preocupações.. Uma beleza. Ficamos um tempo lá, e voltamos, falando mais besteiras e rindo pra caramba. Enfim, um dia proveitoso. E o melhor ainda é que eu estou bem. Acho que a gripe não vai explodir, graças a Deus.

Mas infelizmente, nem tudo são flores, atropelaram a cachorra da Solange. Putz, o cara foi muito pau no cu, nem parar parou nada, matou, e foi embora. Fico revoltada com essas coisas. E a rua era uma subida ainda, não entendi como esse fdp conseguiu fazer isso. Podem até falar "ah, era somente um cachorro", mas mesmo assim, não justifica simplesmente atropelar e ir embora. A rua era uma subida, acredito eu, que daria muito bem tempo pra freiar, ou tentar desviar. Fazer o que.. já se foi, não se pode fazer mais nada...

Bom, é isso aí por hoje
See Ya!!


System of a Down
Toxicity

Conversion, software version 7.0
Looking at life through the eyes of a tired hub
Eating seeds as a pastime activity
The toxicity of our city, of our city
Now, what do you own the world?
How do you own disorder, disorder
Now somewhere between the sacred silence
Sacred silence and sleep
Somewhere, between the sacred silence and sleep
Disorder, disorder, disorder
More wood for the fires, loud neighbours
Flishlight riveries caught in the headlights of a truck
Now, what do you own the world?
How do you own disorder, disorder
Now somewhere between the sacred silence
Sacred silence and sleep
Somewhere between the sacred silence and sleep
Disorder, disorder, disorder
Now, what do you own the world?
How do you own disorder, disorder
Now somewhere between the sacred silence
Sacred silence and sleep
Somewhere, between the sacred silence and sleep
Disorder, disorder, disorder
When I became the sun
I shone life into the man’s hearts
When I became the sun
I shone life into the man’s hearts

Nenhum comentário: