domingo, julho 05, 2009

Até onde vão as pessoas pra arrancar dinheiro da gente.

Sou assinante do Estadão nos fins de semana, e hoje, ao receber meu jornal e ler essa notícia, fiquei estarrecida.

Direito autoral cobrado agora ''no varejo''

Pois é. Agora, não podemos tocar música em lugar nenhum. Nem em casamentos, nem no consultório médico. De acordo com os ladrões do ECAD, não podemos nem deixar a TV ligada em um estabelecimento comercial, mesmo que seja só noticiários, pois de acordo com eles, eles teriam que pagar pelas vinhetas (!!!). Gente, o que é isso?
Uma coisa é o proprietário de uma casa noturna, bar, ou qualquer lugar em que se tenha lucro com as músicas que tocam, seja ao vivo, ou seja no CD. Aí eu concordo plenamente que seja cobrado o direito autoral. Agora, outra coisa é vc ligar a TV no seu salão de beleza, ou ligar um radinho furreco num concultório médico. Onde se está tendo lucro com isso? Quem vai num salão de beleza vai pra cortar cabelo, fazer unha, e não exclusivamente para escutar música!
E o que dizer de casamentos? Que coisa ridícula! Se contratamos uma banda, presume-se que os direitos autorais já estão pagos. Onde já se viu o casal ter que pagar direitos autorais?
Isso é de dar medo. Daqui a pouco não vou nem poder dar uma festa de aniversário na minha casa e tocar música, pois os ladrões do ECAD vão querer me cobrar! Pra mim, isso se resume a uma palavra apenas: estelionato.

Ridículo!

6 comentários:

Srta.Lua disse...

Puta merda, vem ca, vão cobrar se eu cantar tbem?, Tipo, vai qu eu estou feliz e começo a cantar...

que absurdo!!!!!!!

Mauro S disse...

Não entendi o que está no link do final do post, mas acho um roubo, um absurdo tudo isto.
E ninguém faz nada!
Fazem mesmo para aparecer, e pertubar a vida das pessoas de bem, que pagam imposto e tudo mais.

Mais um roubo!

Mauro S disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mauro S disse...

Internet é uma ferramenta, é o nosso grito, através dela podemos gritar silenciosamente, e hoje em dia todo mundo tem internet.
Acho isto um absurdo, um roubo mesmo!
Desde quando não vou poder ouvir música na praia, numa roda de amigos, num aniversário, num posto de lavagem, sorveteria, ou qualquer lugar que cobre o seu serviço (nada a ver com a música), porque este órgão vai querer cobrar direitos autorias.
Se é órgão oficial, é mais um que deixou a desejar, num país da pizza, mais um jeitinho de meter a mão no bolso das pessoas que pagam.
Estou pensando em "pegar" este teu post e postar no meu, ou fazer um com o mesmo assunto.

Mais uma forma de ganhar dinheiro em cima de pessoas comuns.
Lamentável, lamentável mesmo!

11:29 PM

Mauro S disse...

Importei parte do teu post aqui e editei algumas coisas para o meu.
Espero que não se importe, mas foram infelizes com esta "lei" se este absurdo pode ser chamado de lei.
Boa noite!

Julis disse...

ridículo isso, só nesse país de indio que acontece esse tipo de coisas e como se uma medida dessas fosse adiantar em alguma coisa