terça-feira, janeiro 04, 2005

Métodos ancestrais salvam tribos primitivas indianas


Graças a sistemas ancestrais de detecção de mudanças na natureza, as seis tribos primitivas indianas que habitam as ilhas de Andaman e Nicobar sobreviveram aos tsunamis que assolaram o sudeste asiático. Após observar o canto dos pássaros e a mudança nos padrões de conduta dos animais marítimos, os aborígines fugiram para as florestas do interior da ilha na busca de segurança e por isso não houve vítimas entre as comunidades dos jarwas, onges, shompens, sentenaleses e grande andamaneses.

Os aborígines do arquipélago, situado no Golfo de Bengala, sabiam que um desastre ia ocorrer na região, segundo V.R. Rao, diretor da Inspeção Antropológica da Índia (ASI), informou hoje a agência local de notícias PTI. "Os nativos percebem um perigo iminente através de sinais biológicos", afirmou Rao.

As tribos datam do alto paleolítico e do mesolítico e apareceram na região de 20 mil a 60 mil anos atrás.

A tribo dos nicobareses, no entanto, que data do neolítico (entre 5 mil e 7 mil anos de idade) e que habita 12 das ilhas do arquipélago indiano, incluindo a devastada Car Nicobar, perdeu vários de seus integrantes. A agência de notícias indiana PTI indicou que pelo menos 656 nicobareses morreram na catástrofe e que cerca de 3 mil estão desaparecidos. Este grupo tribal é composto por cerca de 30 mil pessoas e, apesar das grandes perdas humanas, sua sobrevivência não está ameaçada.

Outros grupos tribais são muito menores, como os shompenes, a única tribo de traços orientais da região, que tem uma população de 200 pessoas, ou os jarwas, que são 270, e a tribo dos onges, formada por apenas 100 pessoas, o que tinha feito a ASI temer por sua sobrevivência.

A ASI propôs que se estudem e documentem de imediato os conhecimentos ancestrais que ajudaram os nativos a detectar a catástrofe, para que outras povoações litorâneas possam usá-los no futuro. "Os antropólogos estiveram estudando estes aspectos durante muito tempo, mas a questão é documentar de forma apropriada todos estes conhecimentos e encontrar a maneira de criar uma base de recursos nacional desde a qual se possa iniciar sistemas de alarme de riscos no litoral", acrescenta Rao.


** Que pouca vergonha fala sério.. Gente primitiva se salva, e aquele povo todo super civilizado, toma tudo no rabão.. ehehehe.. parece piada né.. Da próxima vez, temos que pensar 2 vezes antes de menosprezar quem é primitivo.. pq pelo visto, os primitivos somos nós =P

*** Amanhã voltarei pra casa, e atualizarei com mais detalhes isso aqui! Espero que o reveillon de vocês tenha sido ótimo!

See Ya!!

Nenhum comentário: