quarta-feira, março 03, 2010

Divagações sobre chuveiros e banheiros

Lembro-me uma vez em que estava conversando com um amigo no ICQ (sim, isso faz tempo), e ele havia contado a história de uma intercambista alemã que estava hospedada na casa de um primo. Ao ver o chuveiro elétrico pela primeira vez, ela quase teve um treco, e se recusou a tomar banho no que ela achava ''produto de terceiro mundo''. Bom, deixando de lado o comentário um pouquinho mal educado, fiquei curiosa ao saber que chuveiro elétrico é algo que foi inventado no Brasil.
Até então nunca tinha ido pro exterior, e apesar de escrever cartas para pessoas de várias partes do mundo, nunca tinha me interessado em saber como eram os chuveiros lá fora.

Cresci tomando banho em chuveiro elétrico, e acredito que muitos brasileiros devam ter feito o mesmo. Covenhamos que os mais antigos eram uma desgraça pra tomar banho no inverno pra quem morava no sul, e lembro de abrir bem pouquinho a torneira pra poder esquentar bem, pois num frio de 5 graus ou menos não era nada agradável tomar banho em água morna. Mas mesmo assim achava simpático aquele chuveiro azul de mil novecentos e bolinha. Ele durou 20 anos.
Hoje em dia temos chuveiros de todos os tipos e modelos, e não é mais problema o lance da água não esquentar muito. Aliás, na minha opinião, uma das melhores invenções foi o Thermo System. Assim, não é preciso ficar com o vidro do shampoo ou com rodo pra ficar mudando a temperatura do chuveiro. Ê que beleza!



Quando o meu chuveiro azulzinho simpático pifou, foi instalado um outro horrível, e por fim, ganhei meu tão desejado Thermo System!
O tempo passou, me mudei pra São Paulo, e aqui no apartamento temos os dois tipos de chuveiro. O elétrico (cuja foto e essa ali acima mesmo), e um a gás, que fica no banheiro principal. Então, tenho a oportunidade de escolha - ó só que legal hehehe.

Chuveiro a gás é ótimo, não dá pra negar. Só que tem um pequeno probleminha: o gasto de água é enorme. Até a água esquentar, leva pelo menos uns 15 segundos, enquanto isso a água corre solta. Desperdício total.
A segunda desvantagem que eu vejo é: a regulagem da temperatura da água. O aquecedor fica lá na área de serviço. E às vezes a água esquenta demais, e aí o que fazemos? Ou abrimos a torneira fria, e levamos uma surra nas costas, pois a água vem forte demais - e eu detesto isso, ou ... se enrola na toalha e sai correndo até a área de serviço pra tentar regular o bendito do gás.
E a terceira desvantagem, e eu acho a pior de todas: gás é caro. Fazendo as contas, quando usamos a água mais quente, a conta de gás literalmente duplica. E se usarmos o chuveiro elétrico, a conta de luz aumenta um pouco sim, mas não chega a aumentar tanto a ponto de custar 50% da fatura. Se formos partir do princípio que energia elétrica usamos pra praticamente tudo, e o gás usamos só pra cozinhar - e nem fazemos pratos que demoram a cozinhar.. Pois é!
Pra completar a 'análise': Aqui em São Paulo eu me deparei com algo que até então eu achava que não existia: banheiro sem janela. No Rio de Janeiro também me deparei com isso quando fui visitar meus familiares. Mas peraí, banheiro sem janela? Pois é. Não vou aqui divagar sobre aquela diarréia 'cheirosa', ou algo do gênero. Mas pra mim, que estou acostumada a sempre uma fresta da janela aberta pra não morrer sufocada, é um suplício. E não adianta abrir a porta, pra mim nada substitui uma janela! Frescura? É, pode ser..

Então, pensando sobre isso tudo, e mesmo algumas pessoas me chamando de maluca por eu ter o 'privilégio' de ter chuveiro a gás... Continuo usando meu Thermo System genérico mesmo. Banho rápido, quentinho, e com a janela aberta pra não morrer sufocada. Quem sabe se um dia São Paulo voltar a ter inverno de verdade possa voltar a usar o a gás pelo menos por alguns dias...

13 comentários:

Silvia 'Sam' Cássivi disse...

Eu não sabia que essa invenção era brazuca. Ponto positivo pra nós!
Só tomei banho em chuveiro a gas uma vez (que eu me lembre) e devo dizer que não gostei. A impressão é de que aquilo explodiria a qualquer momento. rsrsr não é pra mim.
Chuveiro elétrico é pratico e nem é tão mais caro (claro que não me refiro a banhos demorados todos os dias).

Ivanhoé disse...

Aiiii!!

Cheguei tarde!!! Vão instalar gás encanado aqui no prédio e minha irmã vai querer chuveiro a gás!! Eu bem que fui contra, mas, como minha opinião rarmante é levada a sério nessa família...

Também prefiro o elétrico. Quando me falam em chuveiro a gás, me lembro dos modelos mais antigos, que tinha que ligar de desligar o "piloto", como sou muito distraído, achei que isso poderia gerar sérios problemas!!! Parece que os modelos mais novos não tem esse inconveniente. Mas esse lance da água demorar p/ esquentar...

Bom; pretendo sumir desse apartamento o mais rápido possível mesmo!!!

Bêjos!!!
Sodadi de tí!!

Vanessa disse...

Realmente esse negócio de chuveiro é complicado, na casa do meu namorado o chuveiro é a gás, resultado az vzs acabo tendo q tomar banho frio pq ele demora muito pra esquentar, e pela manhã vem aquele banho quente.
Enfim, nda como o chuveiro elétrico com Thermo System, adorooooooooo rsrs.
bjim

Julis disse...

Anotei o nome pq principalmente no inverno eu gosto de muita água e água bem quente! Aliás nesses dias já da pra tomar banho assim

Isaac Melo disse...

Denise,
chuveiro para mim só a partir da juventude. Comigo era na cuia, ou direto no rio ou igarapé.
Mas não dispenso um chuveiro! E naquele frio do sul, é impossível viver sem tomar uma ducha fumaçando, literalmente.

Externo aqui meu carinho e agradecimento à vc.
Um grande abraço!

Alysson Braia disse...

Tem também a opção de aquecimento solar, economiza energia elétrica e vc pode colocar também nas torneiras das pias dos banheiros e até mesmo da cozinha...

Mas o chuveiro elétrico é sem dúvida muito bom!

Mauro S disse...

Aqui temos a gás e elétrico, o mesmo da foto, e me surpreendi com o teu comentário bem realista sobre futebol, por isto vim deixar comentário aqui, ainda evitando comentar pra não sentir o que senti.
Há quatro dias e meio sem navegar, por minha escolha, e para evitar dores.
Beijos!

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

São Paulo voltar a ter inverno essa foi boa, ahaauauua,

Pois é, eu adoro um banho quentinho, e já tomei de Thermo System, mas me contenho com o tradicional aqui em casa! Espero que o inverno esse ano não seja tão frio, pois eu gosto de frio mas nem tanto, tenho tipo uma alergia a frio, vê se pode!

Abraço

Si Wasabi disse...

Adorei como você descreveu a "trajetória" dos chuveiros! Rsss

Sem dúvida o chuveiro elétrico foi uma das melhores invenções, hehehe.

Hmmm isso me lembrou uma vez que eu tinha que tomar banho as 5h da manhã de um dia muito frio e o chuveiro queimou... hahaha... que delícia!!!

Mas me diz, como é isso de banheiros aqui do RJ não terem janela??? Onde você viu isso??? Todos os lugares que eu conheço tem janela... hahaha... não são janelões, mas são basculhantes que dá pra ventilar...

Bjs!!!

Nana disse...

Eu fiquei num hotel em Sampa q o vitrô era embaixo do box do banheiro. Se nao me toco a tempo, o vizinho de baixo ia fazer a festa com visao do meu banho..rsrs. Bjs e fik com Deus.

Anônimo disse...

Não recomendo a instalação de gás, para o chuveiro, é mt desperdício de água até esquentar e as vezes nem esquenta. Estes dias não consegui utilizar o chuveiro a gás e recorri ao elétrico. A Comgás não está fazendo um bom trabalho, precisa melhorar muuuuuito e prestar um atendimento mais eficiente.

Zandali disse...

hum! agora fiquei curiosa... hehehe! como é o banho em outras partes do mundo?!! que tal escrever sobre isso mais vezes? rs...

beijoooooooooooo

Srta.Lua disse...

eu nunca tive muita sorte com chuveiro!no verão td bem , por que não preciso de água quente mas quando chega o inverno eu nem tento aquela saida de abrir pouco pra ver se esquenta, eu já vou logo pondo uma panela de água no fogo e tomo de bacia mesmo kkkkkk (#vidadepobre)