sábado, abril 25, 2009

Recebi esse texto via email, e achei um barato. Desconheço o autor, caso alguém saiba, me dê um toque para que eu coloque os devidos créditos.



Se o estômago falasse...


Enquanto isso, no rodízio...


- Estômago: - Cara, manera aê com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias.

Primeiro prato (800g): Arroz, feijoada, cupim, picanha, coração de galinha e tomate.

- Estômago: - Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate? E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa porra.

Segundo prato (550g): Arroz, costela, picanha, alcatra e salada de maionese.

- Estômago: - Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui. Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir. Tu quer fuder com tudo, né ? Manda um pouco de água.

Bebida: Coca-Cola 600ml

- Estômago: - Seu imbecil, eu falei um pouco de água.
- Eu: - Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.
- Estômago: - Coca-cola tem o inferno dentro, porra. Tá fudendo aqui com o suco-gástrico.
- Esposa: - Amor, com quem você tá falando?
- Eu: - Nada, não, tô pensando alto.

Sobremesa: 300g de pudim.

- Estômago: - Eita porra, cabe mais não. Tá ouvindo?
- Intestino: - O que tá acontecendo aí em cima? Que zona é essa?
- Estômago: - O cara tá empurrando comida. Agora veio pudim pra dentro. Não sei mais o que fazer.
- Intestino: - Vamos mandar direto.
- Estômago: - O quê?
- Intestino: - É isso aí, operação descarga.
- Estômago: - Cara, o cérebro não vai gostar.
- Intestino: - Foda-se o cérebro, ele nunca veio aqui em baixo pra saber como são as coisas.
- Estômago: - Vamos dar mais uma chance pra ele. Eu acho que ele não vai mais...

Bebida 2: Cafezinho.

Estômago - Filho de uma puta. Vou explodir.
Intestino - Operação descarga iniciando. Anda, libera o canal do duodeno que eu já tô conversando com o esfíncter.
Coração - Que que tá havendo aí embaixo? A adrenalina tá aumentando muito.
Intestino - Operação descarga.
Coração - Quem autorizou isso? O cérebro não me mandou nada.
Estômago - Foda-se aquela geléia! Nem músculo tem.
Intestino - É isso aê, foda-se essa géleia inútil. Vinte segundos pra abrir o esfíncter anal. Quero ver o ânus arder com esse suco gástrico.

Esposa - Amor, você tá passando bem? Tá suando todo, aonde você vai?
Eu - Preciso ir ao banheiro, urgente. Paga a conta e me espera no carro.
Esposa - O que você comeu?
Eu - Não sei. Acho que foi o tomate.


Photobucket

12 comentários:

Fábio Carvalho disse...

hahaha..

muito criativo.. haha..

deviam colar um cartaz assim nas churrascarias de São Paulo. rsrs

Laura disse...

A culpa é sempre do tomate ou da azeitona, né! auheuaheuaeh

Baú do Flash Back disse...

A corda sempre estoura no lado mais fraco.

Gaby disse...

Ri demais lendo isso, e o pior que é bem assim né?
Esse povo não tem mais o que inventar rs.

Bjinhus Dê

Julis disse...

ahauahua muitooooooo booom

Ivanhoé disse...

KKKKKK!!!!

Boa semaninha!
Bêjoss!!

Srta.Lua disse...

kkk, e o resultado será a mistura:

CAMINHÃO BASCULANTE - Sai tão rápido que mal da tempo de sentar
com o

MORREU UM BICHO AQUI DENTRO - Também conhecido como "LIXO ATÔMICO" ou "CACHORRO MORTO". É claro que você não avisa ninguém do odor infecto. Em vez disso, você fica disfarçadamente perto da porta do banheiro fazendo força pra não dar risada enquanto as pessoas saem correndo e engasgando ali de dentro.

muito boa! vou mandar por email com o link do teu blog kkkkk

bjo!

Srta.Lua disse...

ah! os tipos de merda vc encontra mais no

http://pessoaordinaria.blogspot.com/2009/04/o-que-voce-faz-na-privada.html

O cara é realmente Ordinário!!!

Amanda Hellen disse...

Não entendi até agora pq me identifiquei tanto ¬¬

Ela é APENAS uma Menina. disse...

Hushausuahsua
Até pareceeee o meu estomagoo :P


...Muitoo bom seu blog :))

Mauro S disse...

Fantástico este texto, Denise!
E sempre quem leva a culpa ora o tomate, ora a azeitona, vou salvar, mas não sei quem é o autor, de repente busca no Google.
Beijos e boa quarta, Mauro

Mauro S disse...

Esse texto está em toda a internet, muita gente postou, só que muitos receberam por e-mail, não encontrei um autor, ou não até agora.