quarta-feira, agosto 10, 2005

Imagine um avião sendo arrastado pelo vento. Impossível? Não, em Florianópolis isso é possível. Ontem de madrugada, um ventão fenomenal atingiu SC, principalmente o litoral. Aqui em Blumenau ventou bastante, mas não chegou a causar estragos, mas no litoral a coisa realmente foi feia. Fiquei de cara quando li as notícias e vi as fotos. Não imaginei que fosse tão grave assim. Mas o que mais me assustou foi realmente essa do avião:


Vendaval provoca destruição em SC
Rajadas de vento chegaram a 125 quilômetros por hora causando série estragos em terra e mar
SALVADOR GOMES

Imagine um avião de 44 toneladas em solo, com as rodas travadas, sendo arrastado pelo vento. A imagem, vista por pessoas das janelas do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, dá idéia do que enfrentou a Capital catarinense ontem. As rajadas de vento chegaram a 125 km/h, causando destelhamentos, destruição e acidentes em terra e mar.

O avião, um Fokker 100 da TAM, estava vazio. Os passageiros e a tripulação desembarcaram minutos antes da aeronave ser arrastada, informou o superintendente do aeroporto, Valdeci Arcanjo Novaes. O avião deveria ficar de frente para a janela, mas parou depois de rodar cerca de 45 graus.

A velocidade dos ventos no aeroporto ontem de 70 km/h, em média, informou o meteorologista Daniel Calearo, do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram/Epagri).

As rajadas mais intensas foram registradas na Ilha do Arvoredo, ao Norte de Florianópolis: 125 km/h, por volta das 19h.

O vento foi acompanhado de chuva por quase todo o dia de ontem. A temperatura na Capital não ultrapassou 17° C. O mau tempo é causado por uma área de baixa pressão que deve se afastar em direção ao oceano, de acordo com o meteorologista.

(fonte: www.clickrbs.com.br)

É nessa hora que vemos que nada pode contra a natureza. O ser humano tenta de tudo pra domá-la, e as vezes até consegue temporariamente, mas quando ela quer, ela faz seus estragos, e doa a quem doer. No final do ano passado, fiquei chocada com as imagens do tsunami na Ásia. Quem vê aquele mar tão calmo, bonito.. Não imagina a força das águas. O ser humano tenta domar a natureza a qualquer custo. Destrói seu próprio habitat muitas vezes. Mas não adianta. A natureza sempre vai ser mais forte que nós. É uma pena que as pessoas se acham superiores a tudo. Pra ela, somos iguais. Ricos, pobres, negros, brancos, asiáticos. Realmente, a natureza não é racista..

Post altamente filosófico embalado por um copo de vinho ;)

See Ya!!

Journey - Who´s Crying now

Nenhum comentário: