sábado, junho 12, 2010

Cada vez mais restrições - Parte 2 -

Há alguns dias atrás, postei sobre a tentativa de uma lei que impedia pessoas de usarem celulares dentro das agências bancárias.

Pois bem, agora a paranóia tomou conta de vez. Um shopping daqui de São Paulo simplesmente quer colocar detector de metais, e pior, controlar os carros que entram no estabelecimento.
Tá... Até entendo a preocupação, pois o mesmo shopping já foi assaltado duas vezes. Só que colocar detector de metal em um lugar desses, de grande circulação de pessoas é um tiro no pé.
Primeiro: sabemos bem que quem será revistado serão pessoas vestidas de jeito mais simples.
Segundo? DUVIDO que alguém que chegue em um carro top de linha será revistado. Vai sobrar pra quem tem Ka, Corsa, Gol e etc.
E é óbvio que os bandidos sabem exatamente disso! A prova é que os que assaltaram a loja da Rolex no shopping estavam de terno e gravata. Bandidos hoje em dia se vestem bem, dirigem carros caros, e estão acima de qualquer suspeita.

Enfim, o buraco é bem mais embaixo. O que falta é investimento em segurança como um todo. Sempre vou bater nessa tecla. Não adianta detector de metal, não adianta proibir de usar celular em banco, não adianta restringir cada vez mais. Enquanto não existir uma política séria de segurança pública, essas medidas serão apenas paliativos que falharão logo depois de serem colocadas em prática.

9 comentários:

Mauro S disse...

Oi Denise, em resumo, é alguém querendo aparecer em cima de pessoas de bem enquanto os bandidos de verdade deitam e rolam por aí, e estamos a mercê deles, da falta de segurança e destes homens incríveis que criam estas "leis" que de nada adiantam, mas fazer o quê? Votar bem da próxima vez.
Beijos.

Lidia Ferreira disse...

Concordo com vc amiga , não podemos viver nessa paranóia ,e mais facil aprendemos a votar
bjs

Si Wasabi disse...

Concordo com você. Não adianta tentar remediar o efeito, é preciso solucionar a causa. Bjs!

Ruby disse...

Heheheh, ainda bem que vc não falou Uno, brincadeira, mas os bandidos vão de carros caros, né, ou seja vão entrar numa boa. É a luta contra a violência, usa-se cada vez mais estratégia e os bandidos continuam atacando de forma ousada e destemida, pior, nós é que sofremos as consequêncis, porque é chato vc chegar ao banco e ter que retirar da bolsa chaves, celular moedas pra entrar, agora até nos shoppings, aí é demais.

Julis disse...

O povo fica paranoico demais e ai vira um caos

Silvia 'Sam' Cássivi disse...

Esse tipo de lei só atinge gente mais simples, como vc mesma disse quem chegar de carrão passa batido e ainda é chamado de 'doutor'.

Caricaturas Urbanoides disse...

Falou e disse.
Bandido chinfrin é que chega de chinelão para assaltar.

Minha amiga um dia desses foi assaltada no onibus por um cara super gato de terno e gravata.

Roberto Tramarim disse...

O que mais me preocupa nesta paranóia é como as pessoas pouco a pouco vão se habituando e considerando normal as restrições a sua liberdade. Hoje isso pode parecer anormal e pessoas reclamarem, mas em alguns anos anormal será criticar as restrições, vide as leis contra fumantes e as portas com detectores em bancos, quando estas surgiram houve uma grita mas hoje quase todo mundo acha certo e normal.
Francamente, temo pelo futuro.

Srta.Lua disse...

olha eu nem sei mais o que falar!
daki a pouco vão colocar os cidadões de bem nas prisões e soltar os bandidos, por que com a explosão de crimes que está tendo...