sexta-feira, junho 25, 2010

Troca de celulares defeituosos nas lojas. Será que pega?

Foi com imensa satisfação que eu li a notícia sobre a justiça determinar que celulares defeituosos deverão ser trocados na hora. Se a lei vai pegar ou não, só o tempo dirá, mas achei fantástica pelo menos a iniciativa ser tomada. E achei que demorou. Além disso, acho que isso deve se estender por todos os eletrodomésticos.

Acredito que grande parte das pessoas já tiveram o desprazer de comprar um aparelho, seja celular ou não, com defeito. E ao chegar na loja onde comprou, a decepção: 'agora não é mais com a gente, é com o fabricante'. E como ninguém quer sair perdendo, sejam as lojas, ou sejam os fabricantes, quem se ferra é o elo mais fraco da cadeia, o consumidor. Eu posso dizer que tive sorte uma vez. Uma televisão que compramos pifou no mesmo dia! As lojas Colombo nem discutiu, foi lá e nos entregou uma televisão novinha. Mas isso é uma exceção raríssima. Geralmente temos que nos ferrar entre idas e vindas das assistências, e pior, somos tratados como se estivéssemos pedindo um imenso favor. E o mais absurdo disso tudo é que o nosso código de defesa do consumidor acata. E essa decisão da justiça abre precedentes para que possamos sofrer menos. Pelo menos tentar...

Se a gente compra um aparelho novo, e o mesmo estraga rápido demais, é óbvio que ele tem defeito de fabricação. Não acho justo pagar por algo novo, e ter que levar pra consertar. O consumidor não pode pagar o pato por causa de má vontade de lojistas e assistências técnicas.

Vamos ver se essa determinação da justiça vai dar certo. Sinceramente torço para que sim, e que isso seja estendido a qualquer tipo de eletrodoméstico. Sonhar é bom né...

10 comentários:

Lucia disse...

eu comprei um celular pela internet (nas americanas) que veio com defeito, não tive problema nenhum pra trocar. eles vieram aqui em casa pegar o aparelho e depois enviaram outro sem problema nenhum. Acho que fui exceção.

Mauro S disse...

Oi Denise, tomara que dê certo esta lei, mas passei por isto sim, comprei um aparelho, que veio com defeito, mas só fui ver isto um tempo depois, entrei em contato com a assistência, mas no meio do caminho me deram umas informações, q se eles arrumassem o aparelho duas vezes sem solucionar o problema, se voltasse com defeito, pegasse o histórico, exigisse deles ao me entregarem o aparelho, na primeira vez, na segunda, que na terceira a empresa seria obrigada a me enviar um novo, zerado.
Sou um cara calmo, mas nunca me vi daquele jeito, levava horas ao telefone por um 011 com a Nokia, depois com a assist em Pelotas, briguei, procurei o Procon, mas no final das contas, antes do Procon entrar definitivamente em ação, a Nokia me enviou um aparelho top, na época último modelo, e um dia após tudo ficar zerado, recebi telefonema deles dizendo que eu havia procurado o procon.
Disse que sim, mas que estava solucionado, mas antes desta conclusão, a assist e a Nokia me tiraram do sério, a empresa dizia que já tinha enviado o aparelho novo pra assist, a assist disse q nao ia me dar sem ordem de SP e ficavam naquele empurra e dei mts telefonemas, foi quando chamei um advogado amigo meu e gritei com os dois lados e apareci na assist, o advogado só iria intervir se eu pedisse, mas eles viram que eu levei alguém, e me deram o celular, eu tenho até hj, e nunca deu problema.
Prefiro os aparelhos desta marca citada, pra mim os melhores, mas um veio com defeito, e foi solucionado depois de algumas discussões com a assist e a própria empresa, mas de lá pra cá mais nenhum problema.
Odeio este lance de comprar e se der problema procurar a assistência, tem q ser trocado na loja, sem chiadeiras, torço para que pegue esta lei, seja o que for, não é justo a gente pagar caro para se incomodar mais, e as lojas apenas sairem com a grana no bolso, vendeu estragado, dá outra.

Bjao!

Caricaturas Urbanoides disse...

Acho mesmo que todo consumidor deveria andar como codigo do consumidor em baixo do braço. Só assim, essas lojas tomam vergonha.

Li disse...

Nunca tive esse problema, ainda bem.
Minha cunhada que sofreu com isso. Comprou um celular pela internet nas Americanas e se ferrou.
Veio com defeito e ngm trocou, enrolou ela e foi parar na motorola(o cel era dessa marca)e tb nao arrumaram e ela se ferrou.
Teve que ficar com o aparelho quebrado pq já não aguentava mais ficar indo na loja.
Agora ele pifoi de vez e ela comprou outro de outra marca.
Tomara que essa lei funcione.
Beijosssss

Palazzo disse...

10, nota 10!!!!!!!!!

As Dores do Silêncio disse...

Eu acredito que facilitaria pois essas coisas que depois de 3 dias terem de ir para assistencia isso nos deixa um bom tempo sem os aparelhos que para nós é quase q fundamental ...

Passando para desejar um belo final de semana abençoado
e agradecer o carinho deixado em minha pagina na minha ausencia...
E pela corrente pelos votos de minha melhora...

Fique com Deus
bjs
Soll

Vander Leão disse...

Olha Dê, vc deve lembrar de qdo troquei a TV no Magazine Luiza, tbm não tive problemas, mais reconheço que mta gente tem problemas para efetuar trocas, poxa, sabemos que as lojas tem mto mais poder junto aos fabricantes, nada mais justo que eles fiquem responsáveis por trocas tbm...vamos torcer para que isso comece a valer para todos os produtos...Bjsssss

Si Wasabi disse...

Tomara que pegue. mais satisfação para o consumidor, menos processos jurídicos para as lojas. parece bom, rs. bjs!

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

Ah sim com certeza!

O que aconteceu com a troca da sua tv deve acontecer pra eletrodomésticos de qq natureza!
Na verdade, vejo claramente que ainda existem casos que o consumidor acaba perdendo...

Vamos sonhando,,hehe, se pudesse agiria mas como não sou advogado... vou só pôr a boca no trombone de vez em qdo, hehe

Bjo

Srta.Lua disse...

tomara que sim né... ja tava na hora!!!

comprei 2 celulares com defeito só tive sorte com o 3º pelamordedeus, é frustrante!