terça-feira, junho 29, 2010

Patriotismo de 4 em 4 anos.

É muito comum quando chega Copa do Mundo ouvirmos falar a palavra patriotismo várias vezes por dia. Temos que ser patriotas e torcer pela nossa seleção! Aí que eu me pergunto: O que é ser patriota?
É parar um país inteiro de quatro em quatro anos? Parar banco, hospital, loja, e etc. Pra torcer pra uma seleção, que se ganhar, acabou tudo, beleza, e a vida volta a ser a mesma coisa que era antes, ou seja, não muda nada.

Não tenho nada contra Copa do Mundo em si. Mesmo não sendo fã de futebol, assisto a alguns jogos, inclusive os da seleção. Acho legal reunir os amigos aqui em casa, assistir ao jogo e comer cachorro-quente depois. Mas eu encaro isso como diversão. Se o Brasil ganhar, beleza! Mas se perder, não vou ficar em depressão e nem chorando pelos cantos como se fosse o fim do mundo.

Agora, o que eu não suporto é esse fanatismo, essa coisa de endeusar a seleção. Não consigo pensar nisso como patriotismo.

Estamos em ano eleitoral. Como em todos os anos, existem várias aberrações se candidatando. Ao contrário da Copa, se elegermos as pessoas erradas, aí sim vamos nos ferrar, e nossa vida pode mudar, pra pior. Que tal usar o mesmo empenho para torcer pela seleção de futebol na hora de escolher seu candidato? Claro que está difícil escolher um candidato decente, mas isso é assunto pra outro post...

Aliás, ano eleitoral é um circo. Todo mundo está sabendo sobre as enchentes que arrasaram com Alagoas e Pernambuco. Teve até Lula andando na lama. Por acaso alguém aqui lembra da barragem que estourou no Piauí ano passado, e causou uma grande destruição também? Falaram tão pouco... Como será que estão aquelas pessoas hoje? Pois é... Em Santa Catarina o dinheiro prometido não chegou até hoje. Lembrem-se disso ao votar.

9 comentários:

Mauro S disse...

Já disse o que acho sobre patriotismo, li em algum lugar que a pátria somos nós, povo brasileiro, concordo, não a nação.
Quanto a ser ano eleitoral, infelizmente as pessoas vão no rastro da seleção, sempre foi assim, não pensam, não sabem pensar, não conseguem ver, distinguir o certo do errado, e votam mal, e temos que aturar tudo de novo.
Vão atrás de ilusões, mentiras de promessas não cumpridas em sua maioria.
Alguém me disse que o político deveria registrar seu plano de governo ano a ano, a idéia não é minha, se no primeiro ano falhasse uma promessa entregaria o cargo, aí sim acho que o Brasil cresceria, porque ficaria quem quisesse trabalhar para o povo.
Vês isto?
Quantas mãos passam pela tua em época de eleição?
Eu tiro a minha fora, não quero cumprimento de ninguém que não vá lembrar de mim depois que assumiu um cargo.
Então o patriotismo ainda está no esporte, mesmo que a seleção do Dunga seja esta panela mal convocada que vemos a cada jogo, mesmo assim torço pelo hexa, e acho que dia de seleção o Brasil tem que parar porque muita gente pára de trabalhar com o meu voto, com o teu, e ganham horrores de dinheiro por pouco que é feito, então por que só o povo vai ter que dar duro?
Beijos!

Caricaturas Urbanoides disse...

Se é que dá para resumir o que vc falou.. mas de pão e circo para o povo, que ele estará feliz!!

Isaac Melo disse...

Denise,

só temos que concordar com você.
A copa do Mundo em si não me interessa muito também, o que vale é encontrar alguns amigos, familiares... a convivência.

Mas não podemos esquecer esse outro lado que tu pontuastes muito bem.

Abraços!

Isaac Melo disse...

Denise,

só temos que concordar com você.
A copa do Mundo em si não me interessa muito também, o que vale é encontrar alguns amigos, familiares... a convivência.

Mas não podemos esquecer esse outro lado que tu pontuastes muito bem.

Abraços!

Isaac Melo disse...

Denise,

só temos que concordar com você.
A copa do Mundo em si não me interessa muito também, o que vale é encontrar alguns amigos, familiares... a convivência.

Mas não podemos esquecer esse outro lado que tu pontuastes muito bem.

Abraços!

Julis disse...

Concordo com cada palavra sua, o povo deveria usar esse mesmo folego que usa pra uma copa do mundo, pra usar na hora de votar tbm

Roberto Tramarim disse...

O interessante é que os mais ufanistas são pessoas que nem curtem futebol no cotidiano mas ficam como lunáticos nessa época, a maioria dos torcedores compulsivos preferem seus times de coração a seleção brasileira.

Como explicar isto? Deve ter mais de uma explicação, mas a que vem na minha cabeça de cara é aquela frase de Samuel Johnson:
"O patriotismo é o ultimo refúgio dos canalhas"

MarisaSLB disse...

Oi Denise.
Concordo contigo na parte de tudo andar à volta das selecções quando chega estes campeonatos, tanto o Mundial como o Euro. É a loucura e há gente que deixa de trabalhar por isto.
Eu adoro futebol e vi os jogos de Portugal e alguns dos outros mas, tal como tu, se não ganharem paciência. Mas se ganharem festejo muito mesmo.
Sofrer, sofrer, sofro pela minha equipa nacional, o Benfica =P
Bju*

Ivanhoé disse...

Não entendo. O povo que se enfeita de verde e amarelo e bate no peito com orgulho de seu País a cada 4 anos é o mesmo que reclama do voto obrigatório pq. perdem um feriado na fila; enquanto se tiver que ficar 4 horas na fila de um pronto socorro, fica igual carneirinho, reclamar, até reclama mas não toma nenhuma providência.

Como diria o Cazuza, "e assim somos todos brasileiros"...


Bêjosss!!!