quarta-feira, novembro 25, 2009

A lógica que eu não vejo

Sempre tive problemas em qualquer coisa que tenha exatas no meio. No colégio vivia me ferrando, nunca entendi o motivo de estudar logaritmos, dentre outras coisas. Outro agravante foi o fato de eu ter professores péssimos, o que me desestimulava mais ainda.
O tempo passou, terminei a faculdade, e entrei na onda de concursos. Obviamente tive que voltar a estudar matemática, só que agora com outra mentalidade. Não vou dizer que morro de amores, mas a resistência diminuiu, pois agora sei que estou estudando com um intuito. Peguei aulas particulares, o que me ajudou e muito, pois a professora era excelente, e por ser particular, pude perguntar tudo e mais um pouco. Ainda tenho algumas dificuldades, mas melhorei bastante, e fico feliz com isso.
Agora, pior que matemática é o tal de raciocínio lógico. Primeiro que nunca estudei aquilo na escola, segundo que tem coisas que simplesmente eu não vejo lógica. Por mais que eu leia, releia, leia, releia... A lógica não vem. E achar professores particulares disso? Missão quase impossível! O jeito foi vasculhar na internet por vídeo-aulas (e viva a internet ufa!). Baixei umas e lá vai eu estudar aquilo sozinha. Muitas coisas eu entendi, e consigo fazer. Mas... continuo achando problemas de raciocínio lógico que eu não vejo lógica. Como esse aqui por exemplo:

Uma escola oferece cursos para a aprendizagem de apenas cinco idiomas. Sabendo que cada professor dessa escola ministra aulas de exatamente dois idiomas e que, para cada dois idiomas, há um único professor que ministra aulas desses dois idiomas, é correto afirmar que o número de professores dessa escola é:

A resposta é 10.

Alguém que tenha o cérebro lógico consegue me ajudar a entender isso aí? Até tentei fazer, mas.. o cérebro boia hahaha.. Será que só eu q não consigo fazer esses problemas? Buááá!!

Pior que isso é questão de concurso.. Ai ai ai, que beleza...


12 comentários:

Mauro S disse...

Não sei nada disto, mas o que posso fazer, como se fosse adiantar muito, é pegar este problema e postar no meu blog, se alguém que estiver lá e não estiver aqui olhar, quem saiba resolva.
Outra coisa...
Olha este site:
http://www.sercomtel.com.br/matematica/
Beijos...

Ajuda?

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

Oii, Denise, muito obrigado por todas as suas visitas!
Vc nem sabe como é bom vc sempre lá!

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

hehe,
Não se preocupe de estar sempre ferrada nas matérias de exatas... professores tb influenciam, isso não quer dizer que vc não seja boa de cálculos... Talvez não te era passado a lógica realmente, quem sabe tentavam te fazer engolir... Muita gente já foi mal em exatas mas não por não ter vocação, mas por não ter tido um bom acompanhamento!
Ex: Einstein

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

Ah então, é fácil a questão viu:

Faz assim:

1 escola
5 idiomas
x professores

1 prof ministra 2 idiomas(em conj único)

Imagine, se o prof dá aulas para português e inglês. Não poderá haver outro professor que dê as mesmas matérias. Mas sim: português e italiano// português e coreano... menos o conjuntos.

Vc fazendo uns risquinhos no caderno vc consegue ver que são 10 mesmo!!

Bjo

Deni Maciel disse...

haha aimagina se não fosse questão d concurso
kkkkk...
seria uma meta politica brasileira da metafisica..

gostei daqui bm legal
parabens!

=]

Lú Silva disse...

É Dê... tá danandoooo, viu!!!
Buáaa

Srta.Lua disse...

Credo! achei a pergunta um tanto confusa!

Zandali disse...

missão impossível.. não consigo raciocinar! aff... é por isso q sou artista! kkkkk

beijoooooooooooooooo

Si Wasabi disse...

Se você for como eu, o problema é a matemática pura, e não a matemática em si. Por exemplo, eu sempre me dei bem em contabilidade e a minha menor nota em estatística foi 9,5. Em compensação, estou fazendo matemática II pela segunda vez porque aqueles tais de limites, derivadas e integrais nunca fizeram sentido pra mim... falta um contexto!!!

beijosss

Lucia disse...

bonitinho o problema. claro que eu não resisti, vejo probleminha assim já fico me coçando pra resolver. é que nem o blogueiro ali em cima falou.

temos 5 idiomas A B C D E
um professor pode dar aula de A e B, A e C, A e D, A e E. temos 5 possibilidades (ou professores). Da mesma maneira temos professores que dão aula de B e C, B e D, B e E, não de B e A porque esse já contamos antes. Seguindo essa ideia, vai dar uma combinação de 5, 2 a 2, que é 10. Espero que ajude, qq coisa pode perguntar.

Rick Bispo disse...

Esta questão é bastante simples utilizando a fórmula de combinação.

n= conjunto universo
p= subconjunto

n = 5
p = 2

a fórmula é:

n!
-----------
(n-p)! * p!

obs.: o símbolo ! quer dizer o fatorial.

então:

5!
-----------
3! * 2!

5*4*3*2*1 = 120
3*2*1 = 6
2*1 = 2

então encontramos o resultado:
120/12 = 10

fácil neh :D

Anônimo disse...

Sendo cinco disciplinas e cada professor ministra aula de exatamente duas disciplinas e para cada dois idiomas termos um único professor, teremos apenas as seguintes opções de combinação: (digamos que as disciplinas sejam: inglês, Francês, Japonês, espanhol e português)

Inglês e Francês (1 professor)
Inglês e Japonês (1 professor)
Inglês e Espanhol (1 professor)
Inglês e Português (1 professor)
Francês e Japonês (1 professor)
Francês e Espanhol (1 professor)
Francês e Português (1 professor)
Japonês e Espanhol (1 professor)
Japonês e Português (1 professor)
Espanhol e Português (1 professor)



Totalizam-se, portanto, 10 professores.