sexta-feira, maio 07, 2010

Quando a terceirização vira desculpa esfarrapada.

Eu me pergundo qual é o treinamento que é oferecido aos vigilantes dos bancos. Porque pelas notícias que andamos vendo por aí, provavelmente pegam qualquer um na esquina, botam uma arma na cintura e mandam vigiar os bancos por aí.
Aí nesse meio aparecem uns psicopatas, com sede de poder, e se sentem os maiorais. Afinal, depende deles a nossa entrada nos bancos. Infelizmente nem tudo podemos resolver somente nos caixas eletrônicos. Aí lá vai a gente ficar a mercê de alguns psicopatas com o 'poder do controle-remoto' nas mãos.

Pior quando a pessoa se acha no direito de decidir em quem atirar. Como aconteceu com essa pessoa aqui. Usando marcapasso, tentou entrar em uma agência do Bradesco e simplesmente levou um tiro na cabeça. Agora me diz.. Como um cara desses, totalmente desequilibrado, consegue emprego de VIGILANTE? Como um cara desses consegue porte de arma?

Aí temos um outro problema. Aliás, um problema enorme na minha opinião. Chama-se terceirização. É claro que em alguns casos a terceirização melhorou certos serviços, mas infelizmente muitas vezes trouxeram mais problemas. Como no caso descrito acima: O Bradesco tirou o corpo fora. A família teve que fazer das tripas coração pra conseguir transferir a vítima desse ataque covarde para um hospital decente. E provavelmente, isso agravou mais ainda o quadro.

Aliás, essa desculpa é praxe. No caso da mulher que teve que entrar no banco de sutiã há um tempo atrás, o banco falou a mesma coisa: ''Nossa segurança é terceirizada''. E nos péssimos atendimentos dos serviços de telefonia e banda larga? ''A empresa BlaBlaBla afirma que nossos serviços de teleatendimento são terceirizados''. Isso pra mim pode ser traduzido em uma frase: Isso não é problema nosso, queremos é nos entupir do dinheiro saindo dos seus bolsos, e o resto que se f***''. E como nosso judiciário é mais lerdo que uma lesma com cãimbra, nossas leis dificilmente funcionam como deveria, e os poderosos lá de cima tem tudo rabo preso... O povo continua se ferrando. Ou até perdendo a vida...

11 comentários:

Mauro S disse...

Sabe este projeto de lei que te falei sobre os blogs, não coloquei lá, mas me passou pela cabeça enquanto eu digitava que tinha algo a ver com o projeto ficha limpa, sim, isto mesmo, seriam menos ataques a quem tem algo a ver, tu entendes, quanto a terceirização, uns dão certos, muitos não, mas este negócio da empresa tirar o corpo fora aconteceu mais ou menos com meu irmão, um motorista de um pedágio deu ré e enfiou o carro do meu irmão, lataria, pra dentro, pagaram e com acordo, mas não o devido, e o caso se arrastava... mas num primeiro momento quiseram empurrar a culpa para o motorista, sempre é assim, chego a pensar que NÓS existe apenas para dar dinheiro e voto, mas que responsabilidade nunca é com ELES.
Beijos!

Mauro S disse...

A fonte usada no boleto mal consegui enxergar e a guria da lotérica também se enganou, não vem na linha, vem no meio dela e o nove, pra mim e pra ela parecia um zero, JÁ se fosse uma letra nítida, uma outraaaaa fonte mais limpa, eu, e a menina do caixa teríamos enxergado certo, não é, mas vou voltar a ligar e pedir alteração na fonte, vou explicar, e acertar só mes que vem, ou vou ficar nesta de um mês pagar a mais, outros a menos... se não mudarem a fonte que venha a caneta e bem legível, o valor, pelo menos no meu boleto.
Beijos!

Romântico.jp disse...

Lamentável isso... e não só nos bancos há pessoal despreparado.

Palazzo disse...

Olá Millenia,
A Incompetência reina nesse pais.
Existe muita gente culta, mas poucas inteligentes. E olhe lá...
abçs

Alysson Braia disse...

Estamos no Brasil meu anjo!... Aqui é tudo uma zona!!...

Mas vc é linda demais!!

beijos!

Lucia disse...

Estava conversando com um amigo essa semana sobre terceirização. Ele falou algo que nunca tinha me passado pela cabeça, porque eu pensava algo assim "passamos o trabalho pra outro, não é mais nossa responsabilidade." Mas agora eu vejo que não é bem assim. Cabe a empresa fiscalizar também, porque bem ou mau é o nome dela que está em jogo também. Fiscalizar para ver se o serviço está sendo de fato bem prestado, porque você mesmo exemplificou, tem muita gente que faz besteira por aí.

Si Wasabi disse...

Olha... sempre, SEMPRE, jogam a culpa de um problema pra empresa que terceiriza. Seja qualquer empresa e setor. É sujo assim mesmo. As empresas usam isso pra limpar o lado delas, como se elas não tivessem nada a ver com a aprovação da pessoa pra vaga, com o treinamento que foi dado e etc, neah.....

Mas se a terceirizadora não arcar com a indenização ou com o que forem punidos (se forem), recai para a empresa que contratou o funcionário.

Só que isso vai levando tempo, e mais tempo, e mais tempo, um jogando a bola pro outro, e por aí vai...

É uma bagunça.

Bjs!

Ó... tem selinho pra você não meu blog!

Roberto Tramarim disse...

É muito importante levar em consideração QUEM é a pessoa que porta arma e cuida da segurança.
Por exemplo: Quando começaram essas malditas portas com trava anti-metal, eu tive alguns problemas em algumas agencias bancarias; Mas onde os seguranças me conheciam eu entrava sussa. E sim, portando exatamente as mesmas coisas.
Ai eu chego no ponto; numa agencia que o segurança me conhecia e eramos amigos, ele DESTRAVAVA(sim, ele pode) a porta pouco importa se eu tivesse uma tonelada de metal, quando ele queria "brincar" comigo, ele travava no exato momento que eu tava passando só pra ver eu bater de frente na porta giratória e ficar P... da vida.
Conclusão, o vigia trava ou libera a porta de acordo com sua "opinião sobre o cliente". ELE PODE FAZER ISSO, pode até ter detector de metal mesmo, mas quem decide se a porta trava ou não é o vigia.
No caso em tela, o vigia podia ter liberado tranquilamente pro portador de marcapasso.
Repito; além dos péssimos serviços públicos e terceirizados, temos também a estupidez e a incompetencia dos profissionais.

Julis disse...

é absurdo uma coisa dessas, quem deveria proteger é quem nós temos mais medo

Mariana disse...

Fatos como este estão se tornando tão "comum" no Brasil, porque a impunidade é certa por aqui, mas isto precisa mudar, e não é difícil, basta haver serenidade neste país.
Denise estou t seguindo e tb seguirei no twitter

Srta.Lua disse...

é o cúmulo! revoltante!