sexta-feira, julho 02, 2010

Hexa fail

Pois é.. The dream is over.

Agora que o Brasil perdeu, aparecem técnicos de futebol de todos os cantos. Ahh, errou ali, errou aqui, e bla bla bla.

Não tem essa. Perdeu porque jogou mal. E uma das coisas que mais me chamou a atenção foi a falta de preparo psicológico da seleção brasileira. E isso foi nítido logo após o primeiro gol da Holanda. Até então, o Brasil até estava jogando legal. Houve o primeiro gol, pronto. O time desestabilizou completamente. As jogadas boas ficaram escassas, e o que foi visto foi um tal de jogadas totalmente fora de órbita, brigas, e falta de coesão no time. Depois do segundo gol então, ferrou de vez. Acabaram-se as jogadas boas, o que se viu foi um time completamente perdido, sem saber o que fazer. E o resultado já era previsível.

Foi dada tanta atenção ao preparo físico. Treinaram tanto pênaltis, jogadas extraordinárias, mas se esqueceram do principal: o preparo psicológico. Não adianta seu físico estar perfeito se sua mente está uma bagunça. O resultado é exatamente isso aí que vimos. Que aprendam a lição.

11 comentários:

Ruby disse...

Denise, vc tem razão, o psicológico é poderoso, td mundo sabe que é corpo e mente junto, agora acabou! Que se preparem jogadores e técnico pra aguentar a cobrança,q sabedoria do povo e os técnicos que há em cada um, fica pra próxima, meu prazer agora é ver a Argentina derrotada!

Antonio F. disse...

Gostaria de comentar somente uma coisa nós acreditamos e isso que importa, mas os jogadores não, perderam a calma por um erro (gol contra) coisa normal no futebol.
Apesar de tudo acho que foi melhor que 2006. Agora é a vez da Alemanha e que salvem Uruguay e Paraguay, para seguirem nossa "Copa América".

Mauro S disse...

Bem, fiz vários posts antes falando do que achava esta seleção, citei em outros posts, Pelé, Gerson, Rivelino, Tostão, Zico, Falcão e outros, todos craques que foi o que faltou neste timinho, faltou comando, coragem, e assim como você me surpreendi com a parte psicológica de nossos jogadores.
Será que não tinham alguém do setor, e outra coisa, quantos campeonatos cada um deles jogou na vida onde seus times saíam atrás ou sofriam virada e buscavam o empate e a vitória com determinação, mas neste jogo não, simplesmente apagaram, e a falta de comando vinha de fora com a convocação mal feita mesmo antes da copa do mundo (escrevi isto antes), queria ser hexa, mas este sonho vai ficar adiado, que na próxima copa o próximo técnico escolha os melhores jogadores, não a mesma panela dos últimos anos, chega!
Agora a copa é o voto, que pelo menos aqui no Brasil escolham certo para que todos possamos sair vitoriosos.
Beijos!

disse...

Pois é Denise, isso nao é justo.
O Dunga fez um belo trabalho na frente da Seleção. Deixou o Brasil com uma cara nova, de respeito e tal... gostei disso!!!!
Ele nao faz média com a ou b, e ainda comprou briga grande.
Dunga tem meu apoio e gratidão.
Brasil saiu ontem por falhas tão bobas que nem dá para acreditar. O Júlio tem toda razão de chorar e estar triste, pisou na bola. Sozinho? - claro que nao! Então nao devemos julgar ninguem, todos querem ganhar, mas apenas o melhor ganha, e desta vez, nao fomos os melhores!!!

Denise saudades de vc... vc sumiu amiga

bjos

Roberto Tramarim disse...

Denise, em 2002 o então tecnico da seleção brasileira Luis Felipe Scolari trabalhou com a psicóloga Regina Brandão na delegação brasileira. Ou seja, este trabalho ja foi valorizado aqui e deu certo. Lamentável que volte a ser desprezado, mas o resultado esta ai.
Eu assisti o jogo pela ESPN Brasil e desde o primeiro tempo o comentarista Jose Trajano ja alertava que a seleção estava intranquila demais pra um time que ganhava o jogo. O gol de empate da Holanda apenas evidenciou o que ja existia, parco equilibrio emocional.
A Psicologia esportiva ja é uma realidade, pena que o preconceito e o descaso com esta area ainda sejam tão fortes, o resultado disso a gente viu ontem...
BJ.

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

Também achei viu cara Denise! Faltou preparo psicológico - o Dunga já estava desestabilizado qdo xingou o repórter da Globo. O que precisa é humildade e saber que mesmo ganhando bem ali e sendo técnico da seleção, ele precisa muito de uma coerência com a mídia e com os outros jogadores. A Holanda estava muito mais entrosada: em sua camisa tinha até uma lembrança do Brasil.

Bem, agora torço para a Holanda!

Beijo

Isaac Melo disse...

Denise,

é verdade. E além do mais temos que aprender, nem sempre ganharemos. Não deu. Paciência. Chega de encontrarmos bodes expiatórios.

Abraços!

profjuvenal disse...

Agora é nos ligarmos em coisas mais importantes.
Infelizmente nossa seleção foi para o brejo.
Menos mal que nossos hermanos foram também.
Abraços.

Ivanhoé disse...

O sonho acabou mas ainda tem pão doce!! E a Argentina, hein?!!! - kkkkkkk!!!!!

Agora não adianta ficar falando isso e aquilo. A escolha do treinador foi equivocada, a convocação foi equivocada, podia dar certo ou não, como diria o Caetano. Mas a probabilidade de dar errado era muito maior, o que começa errado...


O psicológico também influiu, sem dúvida!!! Os caras olhavam pro banco, não viam ninguém capaz de reverter o quadro, achavam que tinham que resolver sozinhos, daí já era...

Uma lição amarga para os próximos 4 anos.

Boa semana!!
Bêjoss!!

Mauro S disse...

É, comentastes na época, ano passado, e de novo agora, muitos erros,mas não vejo saída, não sei como corrigirem, as pessoas já o estão usando no seu dia a dia, e o erro vai um dia fazer parte do nosso português, infelizmente vai, beijos e boa semana, Mauro.

Si Wasabi disse...

2014 está aí... vamos torcer... hehehehehe.

Eu já esperava que fosse acabar assim mesmo...

Só não gostei de como a nossa perda promoveu o Schineder. Detesto aquele cara. ¬¬'

Bjs!