domingo, dezembro 19, 2010

Preserve a mata nativa de sua fazenda, e ganhe uma desapropriação de presente.

Eu não sei porque eu me espanto ainda com certas decisões, mas não consigo não me revoltar. Às vezes eu penso que a melhor coisa é ser ignorante, pelo menos sofre menos.

Hoje ao pegar o Estadão pra ler, me deparo com essa manchete bizarríssima: Fazenda é desapropriada por cumprir a lei. Sim, isso mesmo.
Aliás, a reportagem já começa da maneira mais tosca possível. De acordo com um membro do Movimento Sem Escrú.. ooops, Terra, '"Floresta, a senhora fala, é o mato", corrige Divino Rodrigues, um dos sem-terra acampados nas bordas de uma floresta de 142 km².' Daí dá pra ver a mentalidade da maioria desses pessoal. Eles não querem terra pra plantar, e sim pra badernar. Ou então pra vender pra grandes madeireiras, que provavelmente estão de olho ali na floresta totalmente preservada, com cifrões saindo dos olhos.

E o festival de absurdos continua:

A Mandaguari segue o que diz a lei, que mandou preservar a vegetação nativa em 80% do território das propriedades rurais instaladas no bioma Amazônia. Mas seguir a regra ambiental estabelecida em 2001, raridade entre os produtores da região, pesou contra no laudo do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Não consigo tirar da cabeça que o INCRA serve aos interesses das madeireiras ilegais. Caso não sirva, são burros mesmo. Sempre achei que para trabalhar lá, o mínimo que deveria ser esperado era conhecer as leis ambientais né? Ou estou sendo muito ingênua?
Afinal de contas, se a lei diz que 80% deve de mata nativa deve ser preservado, e os donos da fazenda em questão preservam, ao meu ver eles deveriam é ser valorizados não é? Ah, esqueci, estou no Brasil.

A Fazenda Mandaguari foi desapropriada por decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2004, após vistoria relâmpago nas terras. Depois de anos de disputa na Justiça, os donos têm até os primeiros dias de janeiro para retirar quase 5 mil cabeças de gado do local e entregar as terras - pastos e florestas - ao futuro assentamento. Um experimento arriscado para a preservação do meio ambiente.

Esse parágrafo foi o que mais me chamou atenção. Então os carinhas do INCRA chegam lá, dão uma olhadinha por cima e de repente plin! Vamos desapropriar. Nem vou comentar sobre o Lula, pois recuso-me a falar o que estou pensando do nosso 'ilustríssimo Presidente' neste momento.

Engraçado é que o festival de extração ilegal de madeira no interior da Amazônia continua praticamente sem ser incomodado. Por isso que não consigo tirar da cabeça que em breve os sem terra darão um jeito de colaborar para que os grandões acabem com o resto de mata nativa que existe ali.

No Brasil é assim. Cumpra a lei, e se ferre. Pague seus impostos e tenha em troca serviços horrorosos. Preserve, e se ferre, pois vão taxar sua fazenda de improdutiva, e de repente vc se verá sem sua terra, e pior, verá a mesma tomada por um bando de oportunistas que a destruirão sem dó nem piedade. Acho que esse deve ser o país em que mais pune quem é honesto. Sinceramente, ao ler essa reportagem, tive vontade de vomitar. Não posso me conformar com tamanha imbecilidade, tamanha falta de justiça, tamanha falta de escrúpulos. Mas infelizmente, não vejo luz no fim do túnel. Estamos condenados a sermos o 'eterno país do futuro', futuro que nunca chega.

12 comentários:

Lucia disse...

é sempre assim, quem faz as coisas direito sempre se fode.

Ruby disse...

Pra mim, esse MST é arruaça, baderna. Esse país tem uma sleis que parecem palhaçada e pior, são cumpridas. Triste de quem tem terra, pois a qualquer hora pode se ver numa situação dessas. indignação total!

Palazzo disse...

Onde estão os movimentos sociais contra os aumentos que eles (Deputados, Senadores Presidente), se deram?
Cadê a CUT, CGT, os grupos de jovens CNBB, CIMI, UJS, MST...heim! Cadê?

SBIE disse...

É, ser presidente no Brasil não é fácil!

SBIE disse...

Será muito ruim se essas pessoas que serão assentadas vender suas terras ou permitir que as madereiras explorem o que é de seu domínio!

Vander Leão disse...

Dê, o que dizer daquele coitado que foi preso ao extrair uma pequena quantidade de produto da árvore para fazer remédio, pra isso existe fiscalização, o Incra nunca foi algo sério, vivem de proprinas e qdo alguém faz a coisa certa é punido, mais te digo que foi punido pq com certeza não pagou a propina exigida.....Uma Vergonha!!!!

Bjsss e parabéns pela reportagem :D

Nana disse...

Oie, td b?

Neste final de ano queria que vc tirasse um tempinho para apreciar este momento doce e cheio de significado!
É tempo de repensar valores e ponderar sobre a vida.
É
tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura,
para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e
nunca por aquilo que possui. E para valorizar seu sacrifício de vir à
Terra para dar a vida por mim e por você!
Por
isso, o Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar
voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro de
seu coração.
Agora vamos refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz.
Teremos outras 365 novas oportunidades de sermos felizes.
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!
FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO!

Bjs e fik com Deus.

Julis disse...

Sempre achei o MST um bando de vagabundos que acham que tem direitos de alguma coisa, mas é capaz de eu ainda ter taxada de ruim ou preconceituosa!

Anônimo disse...

Maldição, mesmo, estragou o meu dia ler essa reportagem. Ignorante e estupido esse presidente e o INCRA. Uns estão sendo penalizados por não ter "reserva florestal" outros estão perdendo as terras por ter cumprido a lei. Esses sem terra vão acabar com a floresta. Imaginem os bichos todos que vivem lá ou eles vão comer ou vão queimar. Odeio muito tudo isso. E onde esta o IBAMA e o Ministério Público que Impetrou mandato de segurança contra o INCRA do Paraná, no caso da ILha Grande? Estão todos escondidos? sob o manto dos interesses.... Ouro verde... ouro verde....as próximas gerações só lhe veram em fotos. O resto será poeira, deserto e nada mais.

Mariana disse...

Este Brasil é uma piada, e digo isto com tristeza.
O mST eu tenho horror e saber q eles receebem verbas federais ou seja dinheiro nosso.

SBIE disse...

Querida Denise, feliz natal e Ano Novo.

Anônimo disse...

vcs nao tem o que fazer td mundo tem direito de ter seu pedaço de châo e vcs so ve o lado de vcs seus ipocritas mesquinhos no mst tem muita gente onesta nao julge as pessoas sem conhecelas seus ignorantes