sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Dois pesos e duas medidas?

Muita gente acompanhou o caso Sean Goldman, muitos torcendo para ele ficar no Brasil, e outros torcendo para ele voltar aos Estados Unidos e viver com seu pai. A mídia ficou em polvorosa por meses, cheia de notícias pra lá de melosas, com direito a pianinhos tristes de fundo. E por fim, a justiça deu o veredito: Sean deveria voltar a viver com seu pai. Decisão na qual eu concordei plenamente, afinal, se o garoto tem pai, nada mais justo a criança viver com ele.

Mas existe outro caso polêmico envolvendo sequestro internacional de crianças que a mídia não está dando bola. Passou uma única reportagem no Fantástico e ficou por isso mesmo. E o caso é bem parecido, com a diferença de que, ambos os pais são brasileiros, e o pai, que mora no Brasil, quer que a filha retorne ao país, pois ele quer criá-la. Na verdade eu acho esse caso mais grave, pois a mãe se utilizou de documentos falsos para tirar a filha ilegalmente do país, afastando assim a menina do convívio de seu pai. E o pior de tudo é que, existe uma grande possibilidade da justiça dos Estados Unidos não permitir a volta da criança ao Brasil alegando que ela já está adaptada lá. E pra piorar a situação, a mãe casou-se com um americano que quer adotar a menina.

Mas peraí! Se for alegar isso, então Sean também não deveria ter voltado aos Estados Unidos! Ele morava no Brasil desde os 4 anos, estava adaptado à vida por aqui. O padrasto também queria adotá-lo e criá-lo. No entanto, a justiça foi feita, e ele voltou daonde não deveria ter saído! Então por que agora essa palhaçada? Só por que o pai é brasileiro? Dois pesos e duas medidas? Que coisa feia Estados Unidos! Vocês que se dizem tão cumpridores das leis e dos 'bons costumes' poderiam dar o exemplo, e devolver essa criança ao pai, que luta durante anos pelo direito de criar sua filha. E essa mãe deveria ser exemplarmente punida por ter saído do Brasil com documentos falsos! Não importa se o casamento era uma merda, se os dois não se davam bem. O que importa é que uma criança foi privada do convívio com seu pai por puro capricho da mãe, que num momento totalmente egoísta, infringiu a lei. Isso é um caso de sequestro. Assim como Bruna Bianchi sequestrou Sean, Michelly sequestrou Bruna. Mas pelo andar da carruagem, o final da segunda história será bem diferente do da primeira..

Sinceramente, não dá pra ter fé na justiça de nenhum país quando leio coisas desse tipo...

10 comentários:

Vander Leão disse...

O primeiro caso tb achei corretissima a decisão tomada, agora o da menina quem já começou cometendo um crime foi a Mae falsificando documentos para sair do Brasil com a criança, o mínimo q a justiça americana deveria fazer era obrigar a Mae voltar ao Brasil, corrigir seu erro e acertar isso de acordo com as leis brasileiras....isso q ela fez é sequestro ou roubo e q agora ta tentando legalizar com um pai adotivo...parece carro brasileiro q é roubado aqui e legalizado no Paraguai...deprimente isso :(

Palazzo disse...

Algumas justiças são para Inglês ver.
Outras como a nossa, ninguém consegue nem ver...
:-P

Mauro S disse...

Se alguém infringiu a lei, e pelo jeito a mãe, ela deva ser punida, e havendo um pai, a menina deve retornar a ele, e desta forma o padrasto, americano ou outro, não podem lutar pela guarda, mas americano SE ACHA usando muito uma gíria atual, e não passa de apenas um povo como outros, e todos tem os seus direitos e os seus deveres, mas eles acham que os outros países devem ser assim, mas que eles não.
Justiça é uma só, para qualquer um e qualquer nação.
Que a menina tenha um final feliz, e que quem tapeou, não.
Beijos, Mauro

Mauro S disse...

A internet nos oferece muitas coisas boas, estas rádios online, variadas, são ótimas, mas sigo com a Sky Fm e .977, as que eu mais gosto.

Mauro S disse...

Carros antigos tem todos os anos aqui na praia, mas colocar fotos que eu bato, só na cidade, conexão 3G é péssima, e não carrega.

Lidia Ferreira disse...

Eu acho que a culpa de dos governantes do Brasil , eles não valorizam o nosso pais e seu povo , os governantes do Brasil são antigos, ainda acham que o Brasil e um paizinho , não de deram conta que o Brasil cresceu e não devemos nada a outro pais
bjs

Querida sobre a dica de limpar LCD , também serve para notebook
bjs

SBIE disse...

Infelizmente ainda existe mais interesses políticos por trás do que o direito dos pais. Escute isso o mundo é injusto e os Estados Unidos não é exemplo apesar de querer demonstrar isso.

SBIE disse...

E Obrigado viu pelos vários comentários no blog.

Como sempre não poderia deixar de vir aqui e ver os posts ilucidativos que você tem toda semana.

E ótima semana: a semana começa no domingo né, rsss...

Ruby disse...

Denise, concordo também, lógico que o Sean deveria mesmo ter ficado com o pai e se ele foi privado de ver o filho, agora a familia brasileira paga na mesma moeda, mas tem que agir conforme a lei e não conforme aclamação do povo e sentimentalismo, a lei é que tem que funcionar, mas a gente sabe que em todo lugar é falha aqui é exagerada, mas em outros países ela falha, só não falha a de Deus, embora muitos achem que la tarde. Poe se tratarem de brasileiros, acho que a embaixada brasileira deveria tomar as rédeas e dar o veredito e não a justiça americana.

Nana disse...

E, ainda entre o peso de quem manda mais ne?! Q feio! Tem selinho no blog pra vc! Passa lá! Bjs e fik c Deus.