quinta-feira, janeiro 19, 2012

Sacolas plásticas: vilãs ou vítimas?

Há tempos ouvimos falar de que o ideal seria proibir os mercados de distribuírem as famosas sacolinhas plásticas. Até concordo que deveríamos diminuir o uso delas, mas pensando bem, não acho que elas sejam totalmente as vilãs da história.

Sacolinhas plásticas tem muitas utilidades, principalmente para armazenar o lixo úmido. Ou seja, fazíamos as compras, chegávamos em casa, e as sacolinhas eram praticamente todas reutilizadas. Claro que tem os sem noção que jogam na rua, nos rios, e etc, mas não acho que isso seja um problema específico das sacolas, e sim da falta de educação do povo, afinal, até sofá jogam no rio.

Até a pouco tempo era assim, eis que, de repente, começaram com a idéia de que as sacolas são as principais vilãs do meio-ambiente. E o mais engraçado disso tudo é que focaram somente nas sacolas. Agora, vamos parar pra pensar: elas são as únicas coisas de plástico que trazemos do mercado? Não! Praticamente tudo que trazemos do mercado tem plástico. Queijo, presunto, carnes, garrafas pet, frutas, legumes, salsicha, linguiça, etc etc etc. Tudo isso vem embalado em.. plástico! E o quê acontece com esse plástico todo? Vai pro lixo. Não é interessante pras indústrias de reciclagem utilizarem esse plástico, pois a venda é feita por quilo, e a $ que eles ganhariam seria muito pouca. E lá vai todo esse plástico jogado nos lixões...

No fundo, o que os mercados viram foi uma forma de lucrar em cima do politicamente correto. Eles simplesmente viram um filão muito interessante, afinal, a moda agora é ser pró-meio-ambiente. O problema nem é isso, o problema é a pessoa simplesmente afirmar que está a favor do meio-ambiente, mas não para pra pensar. E o quê os mercados fizeram? Vamos vender as sacolas - teoricamente biodegradáveis - . E vamos também vender sacolas retornáveis feitas de garrafas pet! Essa atitude seria louvável se gerasse emprego no Brasil e utilizassem garrafas pet no Brasil, mas! Que nada, as sacolas vem do.. Vietnã! Além do que, agora teremos que comprar sacolas de lixo feitas de... plástico! E caras! Sim, saco de lixo é caro. Lá vai a gente ter mais uma despesa mensal na compra.

Ou seja, condenaram as uteis sacolinhas plásticas. Mas os mesmos mercados que agora estão lucrando mais ainda com elas, sacos de lixo e sacolas retornáveis, não diminuíram as embalagens plásticas dos seus produtos. Ou seja, hipocrisia pura.

Existem várias maneiras de diminuir embalagens descartaveis. Por que não voltam as garrafas de vidro retornáveis de refrigerante e água? Só assim já diminuiria drasticamente o lixo, pois as garrafas pets são as maiores vilãs do meio ambiente, muito mais do que as famosas sacolinhas. Por que as pastas de dente não voltam a ser embaladas no material que era antes? Por que as indústrias não pensam em embalagens realmente recicláveis, ou até mesmo reutilizáveis? Por que os eletrodomésticos não podem ser feito de material mais resistente e duradouro, como era antigamente? E os brinquedos? Hoje em dia praticamente não existe brinquedos que não sejam de plástico...

Enfim, idéias existem, mas isso não gera lucro, e nem é 'politicamente correto'. O legal é vestir uma camiseta 'verde' e bradar aos quatro ventos ser contra as horrendas sacolas plásticas!

3 comentários:

Silvia 'Sam' Cássivi disse...

uma das coisa que poderiamos fazer seria separar o plastico todo e deixar pra reciclagem... mas onde deixar?! +- perto daqui da minha casa tem um deposito de reciclagem mas como não tenho carro e até onde sei eles não vão nas casas das pessoas buscar então nunca levei nada lá... tem lugares como mercado e padaria que sempre têm lata pra material reciclado mas não nego que ja me perguntei varias vezes o que eu ganharia com isso? não só no sentido de não ganhar onde conseguiria mas também pensando no estabelecimento que ganharia com a reciclagem (ganhar em dinheiro e não apenas em preservar o planeta, isso eu não acho que seria a primeira intenção deles).

Menina, com essas enchentes se vê cada absurdo na rua, lixo boiando ou enlameado em praticamente todas as regiões que vou.
Olha que essa de gente pobre e sem educação nem sempre é a real, conheço quem tem sim educação mas joga lixo na rua na maior cara de pau, isso me revolta.

Ruby disse...

Que elas têm muita utilidade não se pode negar e algumas dessas utilidades acabam agredindo a natureza que é quando a gente faz delas depósito de lixo, mas acho que não tem pra onde correr, porque tem os sacões de lixo também. Seja o que for, eu ja comprei minha sacola biodegradável, só acho rum porque é enorme e na hora das compras não vai dar pra separar osprodutos como se faz com as sacolinhas que agora viraram vilãs. Eu achoquetudo é uma questão de consciência e educação,coisa bem difícil de brasileiro aprender.

Lucia disse...

eu sou a favor de diminuir as sacolas plásticas e, vamos combinar, elas quebram um galho, mas eu sempre esqueço de levar a sacola ecologicamente correta pro mercado quando vou fazer compra.