terça-feira, abril 17, 2012

E o cidadão comum só sifu...

Eu já comprei mais coisas na internet, ultimamente dei uma parada, pois preciso economizar. Em sites gringos comprei muito pouca coisa, por isso estava por fora desse assunto. Mas hoje, ao entrar no Facebook, vejo ela postando sobre uma tal de Maré Vermelha, deflagrada pela Receita Federal.
Mais detalhes nesse link.

O que acontece é que, com a facilidade de adquirir cartões de crédito internacionais, o cifrão do Governo piscou. Não é novidade pra ninguém que comprar em sites gringos sai muito mais barato do que comprar aqui no Brasil. Principalmente quando o assunto é cosmético. Eu paguei 21 reais em um rímel que aqui no Brasil custa 120. Então, nada mais natural que muita gente use seus cartões e compre coisas lá fora.

Aí, veio a Receita Federal com essa historinha pra boi dormir, dizendo que 'para combater fraudes (aham) e defender a indústria nacional (hein?), eles iriam prestar mais atenção em importações. Quer desculpa mais esfarrapada do que essa?

O que está acontecendo é que, é muito mais fácil taxar um rímel e um shampoo vindo de fora do que pegar os verdadeiros fraudadores desse país. Afinal, todos sabemos onde estão os verdadeiros fraudadores. E não estou falando só dos políticos. Só que, é claro que a corrupção e as fraudes sustentam muita gente, inclusive no serviço público. E é óbvio que ninguém quer perder a boquinha. Então, o que fazem? Fácil! Taxem o cidadão comum! Aquele que quer um shampoo que lá fora com frete custa 30 reais e aqui quase 200. Aquela que compra uma jaqueta que aqui está mais de mil reais e vindo lá de fora está no máximo 100.

Enquanto isso, por falta de incentivos, nossa indústria só se ferra. E pior, ninguém nem sonha em fazer uma reforma tributária decente.

Não é do interesse do governo pegar os verdadeiros bandidos. E sim arrecadar mais e mais, para sustentar toda essa roubalheira e semvergonhice que manda nesse país.

Tem como não se revoltar?

6 comentários:

Mauro S disse...

Oi Denise, bom te ver postando e, dizendo coisas que todos sabemos, verdades, Brasil tem coisas que eu não entendo, por que facilitar a vida do "brasileiro, eleitor, comprador" se podem dificultá-la, e além disso precisam da gente mesmo só uma vez de quatro em quatro anos e todo mundo concorda, e é sempre isto.
Dá raiva, os governantes viajam o mundo na maior, parece que nem moram no Brasil e temos que fazer uma economia daquelas para sobreviver, e fica tudo por isso mesmo, mas que país é este?

Mauro S disse...

Obrigado pelos elogios da foto, quanto ao facebook vem se estragando com estes bloqueios e punições, sigo atrás de uma rede social melhor que aproxime amigos e crie-se comunidades, possa conversar, colocar fotos, vídeos e escrever, e em português.
Já fui bloqueado por 2X 30 dias na segunda conta, aquela que tirei do ar, mas retornei agora pra teste.
Descontente com a internet, cansado das mesmas coisas.
Quanto a reforma ortográfica, um erro, depois da gente se acostumar por anos com o português, do nada eles vão lá e mudam, e só no português acontecem reformas, pois na política segue sendo um sonho, algo que pelo menos uma vez venha para beneficiar o brasileiro, estou para ver ainda isto, até agora, diga-se a verdade, só político ganha, eleitor jamais, ou apenas a mão de quatro em quatro anos, muito pouco e não é a vida que se quer.

Mauro S disse...

Se esperasse mais quatro dias terias completado um mês sem escrever, acho que não consigo mais ficar assim, mas teu blog em assuntos é melhor que o meu, sou mais pessoal.

Mauro S disse...

Denise, eu de novo, olha:

Deixei um post e peço que assines a petição do AVAAZ.org, olha lá no Koisas e Coisas, no post "Espionagem não!".
Assina e divulga, obrigado.
A hora é de proteger-nos!

Silvia C. disse...

Ja não é de hoje que compro MUITA coisa de fora, mesmo quando não entregam aqui eu peço pra alguém nos EUA receber pra mim... É como voce falou, a diferença é ENORME! Comprei um produto anti-celulite da Clarins, paguei 31 dolares (+-50reais) mas o mesmo aqui no Brasil custa 245$ um absurdo!!! Essa diferença não é só imposto, é cara de pau mesmo!
Se querem ajudar a industria nacional que promovam os que fazem produtos de qualidade! Se a Clarins faz um produto que funciona (estou usando e amando! super recomendo) porque a, por exemplo, Natura não faz um tão bom quanto?
Vou continuar comprando coisas de fora, e ainda recomendo o vendedor pra quem quiser! Não acho justo a gente pagar o que se cobra aqui!

Bom fds, moça
e sobre o Temakeria & Cia, o que voce acha de a gente marcar algum dia lá? também adoro aquele lugar :)

Nana disse...

Nem me fale...ao invés de ajudar o trabalhador que só quer economizar um pouco, o governo resolve ajudar que só quer ferrar o trabalhador. Voltei com mt novidades, passa no meu cantinho qdo puder. Bj e fk c Deus.