sábado, agosto 13, 2011

Um Estado falido.

E o nosso Estado fez mais uma vítima: Patrícia Acioli. Ela foi executada na porta de casa quando chegava do trabalho. Patrícia morreu porque trabalhava como deveria. Ou seja, colocava na cadeia quem deveria ir. Desde policiais corruptos, traficantes, dentre outros bandidos pra lá de perigosos.
Infelizmente ela mexeu com tanta gente perigosa, que misteriosamente sua escolta foi retirada. Ou seja, em vez de ser valorizada por fazer seu trabalho direito, foi punida. Assim como muitas pessoas honestas no Brasil. Quem é honesto neste país sempre é punido de algum jeito. Se você tenta resolver as coisas da maneira honesta, pode esperar! Se você conseguir, parabéns, pois é difícil!
Uma pessoa honesta para conseguir abrir uma conta no banco, tem que levar trocentos documentos. E dependendo de como for, ainda tem que providenciar outros, pra provar que é você mesmo. Um bandido vai no banco, abre uma conta em nome de terceiros e pega até empréstimo.
Muitos cartórios pedem propina para 'agilizar' serviços que deveriam ser gratuitos para a população.
Concessionárias de automóveis vendem carros que estão alienados. Dão esse golpe por anos seguidos, e quando a coisa estoura, simplesmente muda de bandeira, e deixa seus ex-clientes na mão. Os clientes que querem resolver tudo na honestidade claro, pois os trambiqueiros com certeza já resolveram.
E assim, o cidadão honesto está cada vez mais encurralado. Comerciantes são vítimas de crianças bandidas, pois os irresponsáveis dos pais jogam filhos no mundo igual rato, e não estão nem aí pra cuidar. Por outro lado, o governo está mais preocupado em construir estádio para a Copa do Mundo. E as crianças? Bem, as crianças provavelmente terão uma vida breve, pois desde muito cedo todas as suas oportunidades na vida foram tolhidas. Tanto pelos pais irresponsáveis, quanto pelo Estado.
Cidadãos honestos também estão proibidos de usarem celulares dentro de agências bancárias. Pra quê? Para evitar a 'saidinha do banco'. Mas os bandidos com certeza continuarão cometendo a 'saidinha do banco'. Eles darão outro jeito. E caso eu precise ligar pra alguém para conferir algum dado, terei de sair da agência. E me arriscar a ser assaltada lá fora, claro.
O cidadão honesto é obrigado a fazer cursinhos idiotas de direção defensiva, mesmo que nunca tenham se envolvido em algum acidente de trânsito. Enquanto isso, motoristas bêbados continuam matando, e nem sua CNH é apreendida. Preso? Imagina, aí é pedir demais!
Nossa Constituição é considerada uma das mais completas do mundo. Infelizmente, só no papel. Nada daquilo funciona. O Estado não garante absolutamente nada. Pagamos impostos para financiar o crime organizado, a roubalheira, o dinheiro na cueca, as mordomias dos políticos. Enquanto isso, juízes como Patrícia Acioli ficam sem escolta. Por incomodar os grandões. Por ser honesta e acreditar na justiça falida deste Brasil.
O assassinato de Patrícia foi o auge da falência do Estado. Falência das nossas instituições. Falência da nossa Constituição. Falência total! Será que tem jeito? Tenho medo do futuro do Brasil.

10 comentários:

Mauro S disse...

Que futuro?
Pelo jeito a vida é hoje, mas li que os magistrados pedem segurança, a segurança tem que ser dada, extendida a todos os cidadãos deste país, porque todos sentem medo, eu sinto, muitos sentem.
Quem sabe em vez de pedir segurança, resolvam mexer na lei para evitar ações como esta, de resto concordo plenamente com todas as palavras escritas aqui, o bonzinho paga sempre assim como o honesto, o corrupto, o ilegal, ficam sempre livres, para eles tudo é mais fácil - isto está escancarado aos olhos de todos.
Cadê os direitos humanos agora depois deste crime?
Mataram uma juiza e eles silenciam, se fosse um bandido viriam com a boca no trombone.
A mudança pode começar na rede social, sabia?
Beijos, Mauro

Ruby disse...

Essa sim é uma heroína, porque não se intimidou diante de ameaças. Essa honrou o juramento que fez ao se formar, embora acabasse pagando com a própria vida. Isso é que o acontece com gente digna, honesta sobretudo na profissão, mas nesse país, sem lei, sem moral, pessoas assim pagam dessa maneira. É uma pena! Pois muitos ja morreram julgando de forma honesta o que essas leis bandidas roubam dos cidadãos. Muitos se intimidam, mas outros herois continuarão querendo que nesse páis se faça justiça. Meus respeitos e pesar à familia.
Enquanto isso ficamos à mercê de bandidos que matam e não pagam pelos crimes, que são contemplados com indulto do dia dos pais, natal e etc. e praticam o delito já na esquina, por bêbados que continuarão fazendo vítimas, por bandidos mascarados de menores que fazem o que bem entendem e ninguém pode sequer se proteger deles, se for listar, vai dar muita coisa e ruim.

SBIE disse...

Triste mesmo o que aconteceu com a juíza! Tomara que possam averiguar todas essas coisas que estão por trás e conseguir prender realmente os peixes grandes!

Julis disse...

Brasil tá virando um país sem lei, uma terra de ninguém aonde quem tá dominando tudo é a bandidagem, eu tenho vergonha por ser brasileira!

Palazzo disse...

Millenia e outros observem:

O Batistti passeia livre leve e solto.

O Palocci segundo o Capitão Nascimento “pediu pra sair”, não devolveu nada e ficou por isso mesmo.

Não sei quantos mil foram soltos nesse Brasilzão para o dia dos pais.(Atenção, não estou contanto os que já tinham sido soltos).

O Ministro Alfredo Nascimento sai do Ministério dos Transportes e vai para o Senado, nega tudo e fica por isso mesmo.

A bola da vez é o Ministério do Turismo. Lá se vai mais um calhamaço de papel em processos para não dar em nada.

Juizes são assassinados!

E Policiais Militares e Bombeiros que salvam a vida desses políticos macrobióticos são presos por estarem reivindicando melhores salários e condições mais dignas para sustentar suas famílias.
Agora eu pergunto:


Têm alguma coisa que não se possa fazer nesse país?
Vamos inverter valores, mas nem tanto.
God help us!

Nana disse...

E, enqto isso, boa parte da sociedade está mobilizada em achar o assassino...da Norma da novela...afff!!!
Bjs e fik c Deus.

Douglas Stange disse...

Como já dizia Renato Russo a quase 30 anos atrás:

QUE PAÍS E ESSE?!!!!

Esse é o país das inversões de valores.

Se matam um dos marginais que executaram a juíza, é capaz de vir aquele Zé Povinho dos Direitos Humanos encher os pacová!!!

Vai entender...

Bêjoss!!

Douglas Stange disse...

Já dizia o Renato Russo a quase 30 anos atrás:

QUE PAÍS É ESSE?!!!

O país das inversões de valores.

Se matam um dos marginais que executaram a juíza, é capaz de vir o zé povinho dos Direitos Humanos encher os pacová.

Vai entender...

Bêjoss!!

Lindsay disse...

Não tem muito mais o que dizer, a não ser decepcionante, frustrante, deprimente e lastimável. Que mundo de gentalha esse em que a gente vive :(((((

Srta.Lua disse...

Nossa depois do que aconteceu, eu tenho medo do hoje, do próximo segundo! aff que país é esse?