quarta-feira, agosto 03, 2011

Momentos reflexivos...

Eu tenho um pequeno defeito. Ser quieta. Desde criança sempre fui quietinha, mesmo quando estava com raiva, braba, chateada ou triste. Ou até mesmo quando estava feliz. É, bizarro, mas muitas felicidades eu não compartilhei com ninguém, somente com meus cadernos de anotações, que hoje me arrependo de tê-los queimado antes da mudança. Seria interessante ler aquilo tudo de novo e refletir..

Muitos dizem que devemos falar o que estamos pensando ou sentindo, mas eu acho que nem tudo que pensamos/sentimos deve ser falado. E eu tenho horror de pensar que posso incomodar as pessoas, aí me calo.

O problema é quando eu, com essa minha mania de não falar, de não querer ser inconveniente, acabo deixando pra lá coisas que queria fazer. Já melhorei bastante, e sei que tenho que melhorar mais ainda. Quem sabe um dia eu não alcance o meio-termo? Nem falar demais, nem ficar quieta demais...

É uma eterna luta contra uma característica que está tão enraizada em mim...

8 comentários:

Lindsay disse...

Sei como é =/
Tenho uma dificuldade extrema de expressar as coisas que passam na minha cabeça, sentimentos. Especialmente naquelas horas em que vc está no "calor da emoção". Ai sim a coisa degringola! Li por aí que se trata da "inteligência emocional", e eu sei, a minha é burriiiinha coitada. haha
Sempre é mais fácil descarregar as coisas escrevendo, seja num papel ou, hoje em dia, num blog. Mas mesmo assim não deixo tudo transparecer. Aliás, deixo muito pouco. Não sei até que ponto isso interessa ou importa aos outros e muitas vezes, sinceramente, a sensação é de que não interessa mesmo, rsrs. Mas quando se trata de amizades, e eu te considero, não me importo que tu fale não! :)

Beijos Millenia! (plum!)

Nana disse...

Tb sou do tipo quieta e observadora e não falo sobre a minha vida com as pessoas por medo de incomodar ou não ser compreendida. Por isso, a escrita é tão importante pra mim.
Tem novis no meu cantinho; qdo puder, passa lá. Bjs e fik c Deus.

Lucia disse...

compartilho com você as mesmas características... é uma droga.

Ruby disse...

Nem sei quantas vezes me calei quando queria desabafar ou era mesmo necessário falar. Guardo a raiva até passar, na maioria das situações, poucas vezes expus e que sentia. É ruim ser assim, mas não dá pra mudar o jeito de ser e o que resta é conviver com esses defeitos que nos desagradam. Às vezes é bom se calar porque evita problemas maiores, mas que a gente fica chateada demais, fica.

Palazzo disse...

Millenia só vi mulher falando que é semelhante nesse sentido.
Mas eu sou do tipo que não gosto de incomodar os outros também.
Mas falar eu falo, TÔ NEM AÍ rsrsrsrs

MaK-PG disse...

Você, quieta???
'credito!... rs

Douglas Stange disse...

Também tenho essa característica.

É "estranho", "esquisito" e até "engraçado" para quem está de fora.

Eu bem que gostaria de ser mais extrovertido, sociável, engraçadão, o palhaço da turma. Porém, não nascí com isso no DNA. Quando tenho uma certa intimidade com a pessoa ou grupo, até consigo um pouco, mas em geral, é dificilimo soltar-me...

Te entendo, amiga...
Bêjoss!!

Srta.Lua disse...

ah! eu entendo! olha eu tbém não falava, então eu escrevia em agendas... kkkk, eu tinha elas até pouco tempo,mas passei fogo nelas, entulhava muito as minhas gavetas! rsrs