domingo, agosto 21, 2011

As voltas que a vida dá.

Meu pai adorava livros. Tanto que tínhamos uma biblioteca em casa. Eu cresci na biblioteca, e consequentemente fui me apegando aos livros também. Desde cedo fui incentivada a ler, desde gibis até livros infantis, até crescer e me interessar por vários outros assuntos.
E assim a vida foi seguindo. Meu pai faleceu em 2007, e por falta de espaço, tivemos que doar a biblioteca que tínhamos em casa. Infelizmente não tínhamos condições de comprar uma casa grande aqui em São Paulo para abrigar aquele mundo de livros. Somente guardei alguns de maior interesse.
Nos mudamos para São Paulo em 2008, e eu comecei a prestar concursos. Fiz várias provas, e uma delas foi para Técnico para assuntos administrativos na USP. Apesar de ter me matado de estudar, a prova de matemática foi aquele desastre [sim, eu não curto matemática mesmo, tentei gostar, mas não adianta], e achei que nem tinha passado. Quando saiu o resultado, veio a minha surpresa: passei! Não numa colocação ótima, fiquei em 633. Mas, de 3 mil e poucas pessoas que se inscreveram, eu consegui ser aprovada, o que era algo fantástico pra quem achou que não tinha conseguido.
O tempo foi passando, a lista andando bem devagar, e eu já achando que não iria ser convocada, eis que... No final de julho veio a convocação! Depois de 2 anos estudando, prestando trocentas provas, já não aguentando mais nem ver livro de concurso na frente... Finalmente fui convocada!
Quanto ao cargo, por ser algo bem genérico, eu estava ciente de que poderia ser mandada para qualquer lugar de qualquer campi da USP. Acabei sendo chamada para trabalhar na Politécnica. E quando cheguei lá para a entrega dos documentos, eis que veio a surpresa: o local de trabalho seria em uma.. biblioteca! Ironia do destino? Seja lá o que for, sei que estou gostando muito.
Agora quero dar um bom tempo de concursos e curtir essa nova fase da minha vida. Além de ganhar o meu dinheiro, estou trabalhando em um ambiente que gosto muito! Não poderia estar mais feliz!

12 comentários:

Lindsay disse...

Oi queridona!!! Que legal saber disso :) Também curto uma biblioteca - junto com a quadra de esportes, era o lugar da escola onde eu mais gostava de passar o tempo. Realmente, há coincidências nessa vida que a gente não explica. Mas tem destas coisas: a genta passa um tempo sem direção, cheia de ansiedade, sem grandes perspectivas... De repente as coisas mudam de figura de tal forma que parecem ter vindo de encomenda! Fico muito contente por ti, e torço pra que tudo -ou quase- só venha acrescentar mais realização :) Quanto a mim, espero que minha ansiedade não dure mais que o necessário hahahah Beijos!!!

Mauro S disse...

Que lindo, Denise, parabéns para ti, por esta tua vitória, e que sejas muito feliz nesta nova etapa da tua vida.
O destino mexe os pauzinhos e acerta os ponteiros de nossas vidas como acertou com a tua.
Beijos, e muita paz... e de volta aos livros que aprendestes a amar!

Vander Leão disse...

É como diz tua Mae "Tudo coopera", no tempo certo vc conseguiu a tão sonhada vaga, nom lugar fantástico, com pessoas excelentes e numa carreira publica, vc merece e com certeza ainda vão acontecer mais coisas boas na tua vida ;)
Bjssssss

Srta.Lua disse...

Nossa parabéns! que felicidade heim?

olha desde pequena (9 anos) eu ajudava na organização de livros na minha escola, era muito bom! hoje eu tenho uma mini biblioteca em casa de livros que compro ganho..., enfim eu entendo a sua felicidade!

bjs até a próxima!

Lucia disse...

Parabéns, Denise.

A biblioteca da faculdade era um dos meus lugares preferidos, que eu mais frequentava, principalmente a de matemática, né rs

Palazzo disse...

Parabéns Millenia,
Nada como a gente ganhar nossa grana. Parabéns! Sinto muito pelo seu pai, mas acredite, nós é que estamos mortos e um dia encontraremos todos novamente.
Também leio desde pequeno, lembro do primeiro livro que eu li, o título era o castelo dos três pendões. “já procurei a imagem dele na net e achei rsrsrs”.
Adorei a “viajem”, desde esse dia não parei mais de ler. Meu pai comprava pra mim, Não sei se você chegou a ver aqueles gibis de tamanho Jornal? Comprava dos pequenos também. Como gosto de coisas antigas, ainda tenho 3 lá em casa, aliás estou preparando um post exatamente sobre isso. Meu pai que também faleceu há pouco, (em 2009)incentivava eu minha irmã e meu irmão a ler. Foi um legado que graças a Deus ele nos deixou.
Abc.

Julis disse...

Eu vejo como destino, adorei esse post, livros são um conhecimento não só pra cabeça como pra alma, parabéns e sucesso no emprego

Mauro S disse...

Boa tarde, Denise, adoro teus comentários, pra mim também prefiro mil vezes as fotos sendo amador ou não, mesmo que não saiba explorar o potencial de minha câmera, faço as fotos, e que bom que leu todo post, também sou contra, se eles, os vereadores fizessem mais pelos seus eleitores, mas não, então pra que mais se eles estão aí por um momento e para representar a população?
Deveria ficar nisso, como nossos representantes que são, não importa mesmo a cidade, mas muitos se candidatam por outros motivos, e paro por aqui.
Não gosto de política, me desgasto com o assunto se fosse começar a falar ou escrever, mas não estou alheio.
Agora contigo trabalhando só aos finais de semana e intervalos. Risos.
Beijos do amigo Mauro

Mauro S disse...

Também não gosto daqueles que, principalmente no Twitter, repetem seus tweets, uns 7, 10, sempre com o mesmo texto, REPETIAM, pq agora o programa deu um jeito de evitar que se escreva o mesmo texto ou eu não consigo repetir a não ser q mude um caractere.
Tinham uns que colocavam uns cinquenta tweets iguais, o importante era que as pessoas fixassem, odiava, odeio isto, virava um spam, olha que eu tenho blog e no facebook divulgo pouquíssimas vezes, raríssimas vezes, por medo que as pessoas não gostem do que eu escreva ou por escrever alguma coisa que possa não ser do agrado de uns e outros e libere nas linhas.
Também tenho que lutar contra pessoas que enviam lista de e-mails como o meu no meio e em Cc quando poderiam colocar em Cco.
Passando mais tempo nas contas da Igreja do Porto do que nas minhas mesmo, meu facebook anda que nem navio encalhado, mexendo-se aos poucos, já o da igreja toda a hora estou nele, se não vou, acumula por lá e o trabalho depois será dobrado, mesmo que não clique em curtir e compartilhar, apenas represento ou tento a igreja a qual eu faço parte, mas com isto voltei ao meu twitter um pouco mais, e aqui também.
Beijos e boa tarde!

Nana disse...

Q super legal essa sua notícia!!! Parabéns e sucesso nessa sua nova fase...queria eu poder trabalhar em uma biblioteca!!! Um pedacinho do céu aqui na Terra, né?!
Bjs e fik c Deus.

Douglas Stange disse...

Parabéns!!!!

Bêjoss!!

Silvia 'Sam' Cássivi disse...

Sempre adorei ler e, graças a Dues, assim como vc tive estimulo em casa desde cedo.
Muita coincidencia mesmo vc trabalhar em biblioteca, espero que vc esteja feliz.

Até mais