terça-feira, maio 24, 2011

O caso Pimenta Neves e nossa justiça tartaruga.

Finalmente decidiram prender Pimenta Neves. Onze anos depois, e trocentos recursos tentados, não teve jeito. Vai ter de ir pro xilindró. Isto é, se ele não der um jeitinho de fugir, afinal de contas, no Brasil tudo é possível.

Não consigo entender como isso pode ser chamado de justiça. Sério, às vezes eu tento, mas não dá. Como nossas leis podem ser tão idiotas? O cara é condenado, réu confesso, fica onze anos solto numa boa, e, quando finalmente decidem que ele deve cumprir a pena na prisão... não pode prendê-lo por causa do horário. Oras bolas, como assim? O cara já foi condenado! Qual é a diferença de prender às 18 horas, e prender às 8 horas da manhã? Sinceramente, só acredito que esse cara foi preso quando vir ele na cadeia propriamente dita. Enquanto isso, continuo achando que ele vai dar um jeito de fugir. Afinal de contas, ele é jornalista, famoso, tem influências. Se fosse um favelado que tivesse roubado um pote de margarina no supermercado estaria preso até hoje, e pior, sem julgamento. Isso só reafirma minha opinião de que no Brasil, justiça não se faz, se compra. Basta ter grana e conhecer as pessoas certas. Não é nem questão de somente ter dinheiro, e sim ter influência. Se só dinheiro salvasse, o goleiro Bruno já estaria solto.

E por falar em (in)justiça, Mércia Nakashima foi assassinada há um ano, e até agora nem sinal de prender o acusado, que coincidentemente é ex-policial e.. tem influências.

Pois é...

8 comentários:

SBIE disse...

Ainda bem que vc enxerga além

SBIE disse...

Então , a prisão demorou de verdade! Pq precisou chegar ao Supremo né... ?

A injustiça estava sendo feita há muito tempo!

bjo

Lucia disse...

Quando a gente nem lembra mais do caso, volta tudo de novo.

Miguel disse...

O mundo está simplesmente pasmo pela justiça incompetente, e por que não dizer, mal intencionada. Os organismos intenacionais deveriam intervir neste país imediatamente, dane-se a soberania nacional, isto aqui é terra de ninguém. Minha cara, só quero ver o que eles decidirão sobre o assassino italiano Battisti, se vão deportá-lo ou vão integrá-lo à sociedade brasileira. Ótimo texto.

Lindsay disse...

Esse é o Brasil de barbaridades, cujas leis são o incentivo que falta a desonestidade, a falta de caráter, a falta de respeito a qualquer forma de vida. Isso é uma verdadeira lástima! Eu queria saber o que os patriotas do "país do futuro" esperam do dia de amanhã quando esse tipo de coisa acontece e é esfregada na cara de todo mundo sem o menor pudor.

Palazzo disse...

Millenia, aí, aí, aí deixa de ser malvada. A tartaruga eu vejo muito aqui, mas a justiça...
Pega essa aí de baixo rsrrs
abç
http://www.tramadopormulheres.com.br/index.php/2011/04/25/juiz-atenua-pena-de-estuprador-que-usava-camisinha-e-lubrificante/

Julis disse...

E sabe o que é pior? Já falaram que ele não vai ficar mais que dois anos preso, ben lembrado da Nakashima, justiça nesse país é um lixo é por isso que nada vai pra frente, nada!

Ruby disse...

E ainda disse que foi erro protelar a prisão, claro se tivesse sido logo, já haveria passado os 10 anos, tava livre, ele pensa assim, claro, só espero que não inventem de libertar o cara logo, logo, aqui não dá pra confiar nem de brincadeira! Nesse caso, tardou, mas não falhou, até agora, não se sabe mais tarde e hoje outras suspresinhas (in)justiceiras e do cartunista, né?