quarta-feira, abril 27, 2011

Viagem de Páscoa - Segunda Parte - Uruguaiana e Argentina

Acordei no dia seguinte totalmente renovada. Raramente quando deito às dez da noite pego no sono rápido. Se eu durmo logo, acordo às duas da manhã e fico a noite inteira com o olhão aberto esperando o sono voltar. Mas eu estava tão cansada que não teve frescura: deitei às 10 da noite e fui diretão até às 8 da manhã. Que coisa boa!

Levantei, troquei de roupa, e fui conhecer o lugar onde estava hospedada. Era um sítio, na área rural de Uruguaiana, e tinha de tudo. Porco, pato, galinha, vaca. Aliás, acordei exatamente com o barulho de uma vaca mugindo. Um barato! Fiz a festa nas fotos dos bichinhos simpáticos e do lugar.

Oi, tudo bom?

Essa aí foi a vaca que me acordou com os mugidos.. rs

Mel, uma das cachorrinhas de lá, muito simpática!

Javali filhote

Javalis simpáticos [ou não rs]

Ainda estava calor, mas não aquele calor horrendo do dia anterior. E a previsão era pra temporal e esfriar depois..

Almoçamos, e a tarde fomos conhecer Uruguaiana propriamente dita. Como era sexta-feira Santa, praticamente tudo estava fechado, mas achamos uma sorveteria aberta, e sentamos lá pra boiar um pouco.



Achei a cidade simpática. Ficamos um tempo rodando por lá, fomos na casa de familiares do Léo, e voltamos pra casa, pois o temporal estava armando. Chegamos a tempo. A chuva começou era 7 e pouca da noite, e a luz acabou às 8. Jantamos a luz de velas. E ficamos horas esperando.. esperando.. Até que já era quase meia-noite e nada da luz voltar, o jeito foi ir dormir mesmo.. Nem vi a hora que voltou, mas pelo visto demorou bastante...

Quando acordei, abri a janela e vi aquele céu azul maravilhoso, esqueci totalmente da luz que foi embora no dia anterior.



Estava um dia ótimo para ir à Argentina. A cidade que faz divisa com Uruguaiana é Paso de Los Libres. Nunca tinha ouvido falar até então. A cidade em si não achei bonita, e acabei nem tirando fotos. Mas tirei fotos da ponte, claro! E com aquele céu lindo, as fotos ficaram melhores ainda!












E o que tinha de bom lá? Bom, na verdade não vi muita coisa. Lá é bom comprar produto de limpeza, mas imagina eu trazendo toneladas de detergente e derivados no avião.. Seria bizarro demais. Mas fiquei feliz por conseguir comprar 3 caixinhas de chá verde com 20 saquinhos cada por 10 reais. Legal né? E valeu pra conhecer, claro! Veja que coisa poética, fui pra Uruguai e Argentina em 2 dias...

Em breve, mais um capítulo da viagem de Páscoa.

7 comentários:

Ruby disse...

Ô vida boa essa de viajar!
Sem luz não é muito legal, mas de dia vale muito a pena. Viajar é maravilhoso. Tem mais feriado aí!

Mauro S disse...

Amiga, apesar dos passeios serem diferentes, o teu além das fronteiras do país e o meu na zona rural de Pelotas, posso dizer que foi lindo demais assim como ótimo.
A-D-O-R-R-E-I!
E se um dia vieres mesmo, lugar tem para conhecer, mas visitar a colônia só em excursão, como eu fiz, e como pretendo fazer outras, e fotografar pra valer, ah, tem que estar muito em forma.
O café colonial esteve melhor que o almoço, mas foi no almoço que eu comi um bolinho de batata - maria escabelada - tem um nome em alemão que não adianta, se não ler no papel, não vou gravar, que tinha lá e já havia comido na minha tia quando ela morava em Porto Alegre que estava uma loucura, foi mesmo o meu almoço, mas na hora do café colonial, comi, ah eu comi... hehehe
Comi seis pastéis, tomei muito suco de uva, salame, queijo, etc e etc.
O Sítio Panamar ainda não apareceu nas fotos, mas vai aparecer, e foi nele.
Beijos, Mauro

Julis disse...

Adoreeeeei, ainda quero muito conhecer a argentina, depois do post fiquei com mais vontade ainda

Lucia disse...

adorei os bichos, esse contato com a natureza é muito bom.

Vander Leão disse...

Fala a verdade, pra gente q mora na cidade ir pra um local assim e se deparar com algo tão diferente como acordar ao som de uma vaca mugindo, é mto legal e só torna tudo mais belo e divertido. Adorei a foto daquela primeira vaca, ela é engraçada hahaha
A Argentina pode não ter sido tudo isso, mais vi as fotos que tirou e valeu mto s pena ir lá e tirar fotos poéticas :D

Até o próximo post hehe
Bjssss

SBIE disse...

Que belezinha a cabritinha!

Mauro S disse...

Tenho um amigo que gosta de "boiar" assim como você, ele gosta de ficar olhando para as vacas, porque ele diz que a vaca passa paz com aquela sua calmaria no campo, pastando, e passa mesmo.
Talvez ele esteje certo, sempre que passo por uma vaca, lembro dele.
Beijos!