sexta-feira, setembro 04, 2009

O Poder Virtual

Frequento a internet exatamente desde novembro de 1996. E desde aquela época até hoje, o tal poder virtual é algo que continua com tudo.

Mas o que seria exatamente o poder virtual? No Chat do UOL não existia muito disso, mas quando passei a frequentar o IRC, percebi que certas funções geravam status. E pior, isso subia a cabeça de certas pessoas. Ser operador de um canal grande era motivo de todo mundo ficar lambendo o fiofó da pessoa. Ser IRCOP então nossa!! Era um tal de se achar Deus que era impressionante! E pior que os caras levavam isso a sério. Com direito a ameaças de banir caso não fizessem o que eles queriam, dentre outras coisas ridículas por aí. Muitas vezes o cara na vida real era o maior banana, mas chegava no IRC com seu status de OP ou IRCOP, virava o rei!

O tempo foi passando, o IRC foi caindo em desuso, e surgiu o orkut. Aí o tal poder virtual passou pros donos de comunidades. Ser dono de uma comunidade grande era motivo de orgulho. Além disso, quanto mais amigos, mais status. Aí vinham aberrações como abrir o orkut e dar de cara com um monte de gente que nunca vi na minha vida querendo ser meu amiguinho. Só pra dizer que tinha mil amigos.

Agora, a onda da vez é o Twitter. E mais uma onda de poder virtual chegou: a quantidade de followers. Eu entrei no Twitter por pura curiosidade, isso uns dois anos depois de um amigo meu ficar falando pra eu entrar porque era legal. Por fim entrei. Tem dias que nem posto, fico só observando o pessoal que eu sigo. É um tal de ''Faltam tantos pra 10 mil seguidores!! me ajuuudemmm''. Gente, qual é o intuito disso? Só pra dizer que tem trocentos seguidores (muitos deles estão nem aí pro que vc escreve). Uma coisa é você indicar pessoas que vc acha interessante como uma dica, outra coisa é ficar desesperado caçando seguidores por aí. Eu sempre achei essa atitude tão sem noção!

Há uns meses atrás, um amigo veio falar comigo no msn dizendo que havia ressucitado a Rede Sul, a rede de IRC que mais frequentei no passado, e me convidou pra entrar. Achei a idéia interessante e acabei topando. E fiquei surpresa ao constatar que.. As brigas por poder continuavam as mesmas!!! Impressionante!!!

Por fim, as manias da internet passam.. mas o poder virtual continua sendo bem sedutor.. Vamos ver qual será a nova moda daqui a pouco..

2 comentários:

Mauro S disse...

Oi, que bom que aparecestes, gostou do meu post então, o meu máximo em comentários... hehehe
"Amigos sim, toféus não" foi o post que escrevi no Koisas & Coisas um dia destes, examente o que falas aqui, eu não busco troféus, estou na internet para encontrar meus amigos e fazer novos, mas odeio quando me deparo com coisas assim ''Faltam tantos pra 10 mil seguidores!! me ajuuudemmm'' como postas aqui e vejo por lá.
Não estou nem aí!
E sempre que entro num programa novo corro atrás de pessoas que quero bem, mesmo que sejam de outro lugar e nunca tenha visto, como você por exemplo, nunca tenha visto ao vivo.
Beijão e bom feriadão!
Aparece aqui mais seguido.
Mauro

Fábio Carvalho disse...

é, também acho babaquice essa história de se gabar pelo numero de followers... até porque eu tenho quase 400 seguidores(o que não é muito), mas mais da metade são só scripts gringos que querem mandar spam e virus via twitter.

A idéia do twitter é seguir quem você acha relevante e interessante. não seguir todo mundo. Mas como em tudo tem zoação e pessoas querendo desviar a idéia da coisa toda, o twitter é só mais uma vítima.