sábado, maio 13, 2006

Infelizmente, os bandidos ganham de novo. Estou acompanhando essa rebelião toda em SP, com a bandidarada toda revoltada pois seus líderes foram transferidos para prisões de segurança máxima. Coitadinhos deles. Eles são tão santinhos. A sociedade é que é cruel, pois ela que os criou, agora eles têm que cobrar seus direitos de continuar estuprando, matando, traficando, dentre outros crimes que nem são mais tão considerados assim, pois até isso querem afrouxar. Realmente, cheguei a conclusão que vale a pena ser bandido no Brasil. Bandido tem todas as regalias. Bandido pode matar, roubar, estuprar, pois se vai pra cadeia, logo logo é solto. Se não for, basta se rebelar, sair por aí matando todo mundo, que nada acontece. Afinal, mesmo eles fazendo toda merda do mundo, eles tem direito a indultos de dia das mães, natal, ano novo e tudo mais. Além do que, os bandidos contam com total proteção das entidades de direitos humanos. Basta ferir um bandidinho se quer, e pronto, todas as entidades aparecem ao mesmo tempo condenando tudo e todos.
Agora... Cadê essas mesmas entidades para se manifestar contra essa matança de policiais em SP? Até agora não vi nenhum, e olha que estou acompanhando as notícias na internet o dia praticamente inteiro. Dois pesos e duas medidas? Policiais não são seres humanos então? Que eu saiba, direitos humanos deveriam ser para todos.
Viu como vale a pena ser bandido no Brasil? Eles são sempre protegidos, sempre os coitadinhos, os inocentes, as vítimas da sociedade. E nós, cidadãos do bem, cada vez mais confinados nos nossos mundinhos dentro de casa, pois não temos o direito de ter um carro legal, uma roupa legal, de podermos andar na rua em paz, não temos o direito de tirar 10 reais no caixa eletrônico pra comprar algo, não temos direito nem sequer de sermos livres. Sim, somos prisioneiros, prisioneiros dos bandidos. Cada vez mais colocamos grades nas nossas casas, cachorros, alarmes. Cada vez mais gastamos dinheiro com seguros, dentre outras coisas. Enquanto bandido vai pra cadeia, não trabalha, e ainda come de graça. Aliás, as nossas custas.
Isso se chama Brasil...

Nenhum comentário: